Prefeitura de Manaus buscará em Portugal recursos para investimento

Prefeito Arthur Neto viaja na próxima segunda-feira.

Manaus – O prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), conversará com investidores internacionais na próxima segunda-feira em uma viagem a Portugal. Entre os grupos com que o chefe do Executivo Municipal buscará recursos está o Banco Espírito Santo (BES). Arthur confirmou as informações, nesta sexta-feira, após ministrar palestra no 36º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, realizado na Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Segundo o prefeito, seus argumentos diante dos investidores estarão voltados aos incentivos fiscais e às vantagens que a Zona Franca de Manaus (ZFM) pode proporcionar ao capital internacional. “Quero convencê-los que aqui é um bom local para investimentos, com perspectivas de lucros. Vou lá para brigar, vou mostrar todas as possibilidades da Zona Franca de Manaus”, expôs.

Outro grupo que está sendo visado na conversa é o de indústria naval.

Margem de negociação

No mesmo evento, Arthur Neto revelou, ainda, que há uma margem de negociação para ser apresentada às categorias dos micro-ônibus, Executivo e Alternativo. O projeto de lei (PL) de autoria do Executivo Municipal, que trata da regulamentação dos dois modais, começou a tramitar na Câmara Municipal de Manaus (CMM), na última segunda-feira.

O projeto da Prefeitura de Manaus propõe a redução no número de ambos os micro-ônibus, do executivo, de 260 para 80, e do alternativo, de 260 para 100.

Como a proposta está na CMM, a negociação deve partir dos vereadores. E, de acordo com os parlamentares, a margem a ser negociada deverá ser perto de 120 para os executivos e de 160 para os alternativos.

O líder da bancada governista na Casa, vereador Wilker Barreto (PHS), afirmou que a pauta da Câmara Municipal na próxima semana deve estar focada nos diálogos com as categorias. As reuniões com os representantes dos modais ocorrerá na Comissão de Transporte, Viação e Obras Públicas.

Cada uma das categorias circula hoje pela cidade com 260 veículos, disputando as ruas e passegeiros com os 1.476 ônibus do transporte coletivo, os convencionais, além dos mototaxistas.

Anúncio