Prefeitura lançará edital do transporte coletivo em dezembro

Com a nova licitação, o prefeito promete que o sistema de transporte público de Manaus terá ‘a frota mais nova do Brasil’.

Manaus – O prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, assinou, nesta quarta-feira, dia 6 de outubro, a nova licitação do transporte público do município. Em coletiva de imprensa na sede da Prefeitura Municipal, ele anunciou que o edital para contratação de novas empresas deve ser publicado em meados de dezembro deste ano.

Com a nova licitação, Amazonino promete que o transporte público de Manaus terá ‘a frota mais nova do Brasil’. Segundo o prefeito, o edital determina que as empresas contratadas deverão substituir todos os ônibus velhos. Assim, até abril de 2011, a cidade receberá 450 ônibus. E, em junho de 2011, o município já deverá contar com um total de 900 unidades novas. Deste número final, o usuário irá contar com 800 ônibus comuns e 100 veículos articulados.

Conflito com a gestão anterior

Sempre comparando a nova licitação com a aplicada em 2007, durante a gestão do ex-prefeito Serafim Correa (PSB), Amazonino afirma que trará empresas de outros estados para operarem o transporte público em Manaus.

O prefeito também destaca que as empresas relacionadas ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas (Sinetram) só poderão concorrerem no edital 2010 se comprovarem por meio de documentos que estão legais.

“Na gestão anterior foi inventado uma espécie de consórcio. As empresas não podiam participar e fizeram uma fraude. Depois, eles formaram uma caixa-preta e não deixaram nós (Prefeitura) termos acesso às informações. Agora, vemos que o sistema está totalmente falido. Estas empresas estão com uma dívida de R$82 milhões”, afirmou o prefeito Amazonino Mendes.

Passagem pode aumentar

Durante a coletiva, o prefeito Amazonino relatou a dificuldade de atrair novas empresas para o edital, devido ao caos no sistema atual. Entre as medidas para trazer outras empresas, o prefeito destaca a organização da própria gestão e a possibilidade de aumento da tarifa.

“Para eu estimular a vinda de empresas pra cá, eu cheguei a seguinte conclusão: eu vou ter que aumentar a tarifa”, disse.

Ainda assim, Amazonino pede calma da população, afirmando que está é apenas uma hipótese que caso ocorra seria temporária.

Modernização

Após a licitação das empresas de ônibus, a Prefeitura também irá lançar um edital para contratar instituições responsáveis pelo monitoramento da frota e modernização do sistema.

Entre as mudanças promovidas pela utilização da tecnologia, o prefeito destaca a implementação de um novo sistema de bilhetagem e, ainda, que o usuário poderá receber informações sobre a saída e chegada dos ônibus via celular.

Anúncio