Presidente de Santa Casa em Belém é afastada após morte de bebês

A internação da manicure Vanessa do Socorro Castro Santos, de 27 anos, grávida de 7 meses de gêmeos, teria sido recusada na instituição e em outro hospital público da capital. Ela acabou perdendo as crianças.

Belém – O governador do Pará, Simão Jatene (PSDB), afastou ontem a presidente da Santa Casa de Belém após a internação da manicure Vanessa do Socorro Castro Santos, de 27 anos, grávida de 7 meses de gêmeos, ter sido recusada na instituição e em outro hospital público da capital. Ela acabou perdendo as crianças.

O parto de um dos bebês foi feito dentro de um carro do Corpo de Bombeiros. O outro foi na Santa Casa , mas em ambos as crianças nasceram mortas. Foram afastadas Maria do Carmo Mendes Lobato, da Santa Casa, e a gerente de Tocoginecologia, Florentina Balby.

A médica ginecologista Cynthia Lins, que estava de plantão na Santa Casa na madrugada de terça-feira, foi acusada de omissão de socorro e detida. Ela prestou depoimento e foi liberada. Cynthia recusou a internação, alegando que não havia leito disponível.

Anúncio