Seduc anuncia concurso público para preenchimento de 7.043 vagas

As inscrições serão feitas por meio do endereço www.fgv.br/fgvprojetos/concursos, de 20 de junho a 16 de julho

Manaus – A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) anunciou abertura de concurso público para o preenchimento de 7.043 vagas, para todos os 62 municípios do Amazonas. São 4.597 postos para o interior e 2.446 vagas para atuar em Manaus, com salários que vão de R$ 1.063,27 (merendeiro) a R$ 3.133,80, remuneração prevista para professores e pedagogos. As inscrições começam a partir da próxima sexta-feira (20).

O concurso será organizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e trará, pela primeira vez na história da Seduc, oportunidades para fonoaudiólogos. Além de vagas disponíveis para professores de todas as disciplinas da grade curricular da educação básica, a Seduc convoca no edital pedagogos, assistentes sociais, bibliotecários, contadores, estatísticos, engenheiros, nutricionistas, psicólogos, assistentes técnicos (nível médio) e merendeiros (nível fundamental).

As inscrições serão feitas por meio do endereço www.fgv.br/fgvprojetos/concursos, de 20 de junho a 16 de julho, onde o edital pode ser consultado na íntegra. As taxas de inscrição no certame custarão R$ 50 para nível fundamental, R$ 60 para os cargos de nível médio, e R$ 70 para quem quiser concorrer a um posto que exija nível superior. As provas acontecem no dia 31 de agosto em todos os municípios.

O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira pelo governador José Melo, com a presença do secretário de educação do Estado, Rossiele Soares da Silva.  Segundo Melo, o concurso foi lançado apenas agora, pois a administração estadual fez ajustes para que o certame não atrapalhasse o andamento normal dos trabalhos da administração da pasta. O resultado final e homologação do concurso estão programados para 27 de dezembro, conforme o cronograma.

Além do concurso da Seduc, o governador anunciou, ainda, outros concursos que serão realizados no Estado em 2014. Um dos adiantados pelo governador foi o da Polícia Civil, que trará 548 vagas. Melo informou que o Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas (Ipaam) também fará concurso para contratar 89 servidores, com salários de R$ 1.294 a R$ 7 mil. A Universidade Estadual do Amazonas (UEA) está fazendo o levantamento da sua necessidade de servidores, para também lançar um processo em 2014.

O último concurso realizado pela Seduc foi em 2011, que ofertou cerca de 7,7 mil vagas e cuja validade terminou em novembro do ano passado. O titular da Seduc justificou a realização de um novo processo em menos de três anos, afirmando que a necessidade de profissionais da secretaria aumenta constantemente.

“Já chamamos todos os 7,7 mil aprovados no concurso anterior e até mais do que isso, sempre há os que desistem, ou não assumem. Esse novo concurso também visa o aumento no sistema de educação e faz seleção para profissionais que estavam em falta, principalmente no interior”, explicou Rossiele. Os candidatos aprovados neste certame devem começar a serem chamados em janeiro de 2015.

O anúncio do concurso da Seduc serviu de oportunidade para o governador fazer um “apelo” aos senadores Vanessa Graziotini (PCdoB), Eduardo Braga (PMDB) e Alfredo Nascimento (PR), para que a bancada amazonense faça uma pressão a fim de que os US$ 74 milhões de recursos do Programa de Aceleração do Desenvolvimento da Educação no Amazonas (Padeam) sejam liberados.

“O Padeam vai permitir a construção de 12 escolas de tempo integral no interior do Estado. Vai permitir que 20 das nossas escolas que possuímos hoje sejam transformadas em tempo integral. Significa que o mais 3 mil comunidades do interior ganhem centro de mídias e poderemos, à distância, levar educação a quem não tem”, ressaltou Melo.

Clique aqui para conferir os editais

 Nível fundamental

 Nível Médio

Nível Superior

 

Anúncio