Susam nega caso de haitianos com vírus ebola em Manaus

A secretaria lamentou o mau uso de ferramentas de comunicação para a propagação de notícias falsas, “cujo único objetivo é causar pânico nas pessoas”.

Manaus – A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) informou, na tarde desta terça-feira, que são inverídicas, irresponsáveis e sem qualquer fundamento as informações que circulam nas redes sociais, de que sete ônibus estariam transportando haitianos com o vírus ebola (uma doença infecciosa grave rara, frequentemente fatal).

Segundo informações que circulavam pelas redes sociais, os ônibus estavam no parque de exposição da Expoagro, na Avenida Torquato Tapajós, zona norte de Manaus, onde também funciona a sede da Fundação de Vigilância em Saúde (FSV). As informações não foram confirmadas.

A secretaria ressaltou, ainda, que a população pode ficar tranquila, pois não há qualquer registro de casos semelhantes no Amazonas e lamentou o mau uso de ferramentas de comunicação para a propagação de notícias falsas, “cujo único objetivo é causar pânico nas pessoas”.

O presidente da FVS, Bernardino Albuquerque, descartou qualquer hipótese da doença, informando que não há registros desse tipo de vírus no Amazonas e no restante do País.