Vizinho da menina Jhuliany é preso e confessa homicídio, mas nega estupro

Francinaldo Marialva Pereira foi preso em flagrante na tarde desta segunda-feira, na invasão Riacho Doce

Manaus – O ajudante de pedreiro Francinaldo Marialva Pereira, suspeito de matado e ocultado o corpo de Jhuliany Souza da Silva, de 7 anos, foi preso em flagrante na tarde desta segunda-feira (13), na invasão Riacho Doce, pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).  Segundo o delegado Ivo Martins, ele confessou que escondeu o corpo, mas negou que tenha estuprado a menina. “Durante o depoimento, ele estava muito emocionado e descartou a participação de outros familiares”, disse Martins. “Mas nós vamos investigar se teve envolvimento de outras pessoas no crime”. 

Conforme o delegado, o ajudante de pedreiro segue prestando depoimento na DEHS. 

Jhuliany Souza da Silva, de 7 anos, estava desaparecida desde a última sexta-feira e foi encontrada na madrugada de hoje, enterrada no quintal da casa do suspeito, no bairro Amazonino Mendes, zona norte de Manaus. Segundo a família da criança, durante as buscas, o suspeito chegou a participar de correntes de oração.