7ª Semana de Turismo continua até sexta-feira em Manaus

Os interessados em participar devem enviar nome completo, nome da instituição de ensino e telefone para contato

Manaus – A Prefeitura de Manaus está realizando, até 1º de outubro, a “7ª Semana do Turismo”, em comemoração ao Dia Mundial do Turismo, Dia Nacional do Bacharel em Turismo e o Dia Municipal do Turismólogo, todos celebrados nesta segunda-feira (27). O evento online é gratuito e voltado a estudantes, profissionais do trade turístico e pessoas interessadas no assunto. Os interessados em participar devem enviar nome completo, nome da instituição de ensino e telefone para contato.

Ele terá duração de cinco dias, com transmissão pela plataforma Zoom, e contará com um seminário que abordará temas atuais, como a retomada do turismo municipal no pós-pandemia, workshop sobre os protocolos de biossegurança no turismo diante da contaminação do novo coronavírus, além de visita guiada ao Museu da Cidade de Manaus (Muma).

Foto: Divulgação

O diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira, destacou que, além dos eventos acadêmicos, a Manauscult realizará também um city tour com crianças e idosos de instituições filantrópicas de Manaus que recebem apoio do Fundo Manaus Solidária. O city tour seguirá todos os protocolos de segurança, devido à pandemia da Covid-19, e será uma maneira de comemorar o “Dia do Idoso”, celebrado em 1º de outubro.

As inscrições para a “7ª Semana do Turismo” podem ser realizadas pelo e-mail [email protected] Haverá entrega de certificados. Conforme a diretora de Turismo da Manauscult, Oreni Braga, o evento promove ações culturais, turísticas e profissionais diversificadas.

“Nosso objetivo não é levar informações e conhecimento sobre esse segmento somente para os acadêmicos do turismo e profissionais da área, mas também ao público local, como empreendedores, empresários e profissionais de outros setores. Essa é uma data comemorativa, para que o turismo seja lembrado e discutido no mundo da economia, do lazer e do entretenimento, para ganhar holofotes no universo das decisões políticas”, explicou Braga.

Anúncio