Dois dias para cair na fanfarra

Festival Amazonas de Bandas e Fanfarras terá sua primeira edição, neste fim de semana, no Bilhares

Manaus – O parque municipal Ponte dos Bilhares será tomado, nas tardes de amanhã e de domingo, 10, por trompas, clarinetes e afins. Isso porque, a partir das 17h, o espaço receberá a primeira edição do Festival Amazonas de Bandas e Fanfarras, realizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas).

Ao menos 40 grupos devem participar do evento. Foto:Pixabay

O festejo promete reunir conjuntos musicais de diversas áreas da capital amazonense e dos municípios da região metropolitana de Manaus para uma disputa técnica e cênica, com premiação para os melhores.

O objetivo do festival, de acordo com a organização, é resgatar a tradição das bandas e fanfarras na cidade, criando um espaço para que possam evoluir como expressão cultural, envolvendo adolescentes, jovens e crianças. “O Festival Amazonas de Bandas e Fanfarras é importante, ainda, por movimentar social e culturalmente nossos parques e unidades de conservação, levando a população a frequentar e a usufruir de atividades recreativas e educativas”, disse o gestor da Semmas, Antonio Nelson de Oliveira Júnior.

De acordo com ele, o evento contribui socialmente para a retirada dos jovens e adolescentes de situações de vulnerabilidade social, levando-os a valorizar a arte. “O festival também fará com que o parque (dos Bilhares) se torne referência nessa expressão, assim como já é de outras manifestações artísticas, como maracatu, teatro de rua, feira de livros e outros movimentos socioculturais”, acrescentou o titular da secretaria.

A estimativa é de que, pelo menos, 40 grupos participem do evento. “Nosso movimento estava defasado e, na medida do possível, vinha conseguindo se manter vivo, mais por amor dos nossos regentes e instrutores. Neste sentido, o festival é de suma importância porque será o marco de uma data histórica para as bandas e fanfarras”, destacou Evanildo da Silva Ribeiro, presidente da Federação Amazonense de Bandas e Fanfarras (Fambaf).

Avaliação

O encontro contará com um grupo de jurados especialistas, que avaliarão as bandas nas seguintes categorias: Linhas de Frente, Corpo Coreográfico e Corporação Musical. “O público vai ver um espetáculo bonito, aplaudir e relembrar”, frisou o gestor do parque Ponte dos Bilhares, Dalison Neto. Atualmente, estima-se que existam cerca de 50 corporações musicais, entre bandas e fanfarras, em Manaus — todas pertencentes a escolas da rede pública e privada de ensino.

O Festival Amazonas de Bandas e Fanfarras conta com o apoio, ainda, da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

Anúncio