Márcia Novo reúne bumbás em live

Cantora fará show com Caprichoso e Garantido em live para arrecadar doações em prol da campanha ‘Vidas Indígenas Importam’

Manaus – A cantora Márcia Novo, em parceria com a Fundação Amazonas Sustentável (FAS), vai realizar uma live no próximo domingo (21) com intuito de arrecadar doações para campanha ‘Vidas Indígenas Importam’. Em um momento histórico, os bois Garantido e Caprichoso também estarão unidos e transmitirão o show ao vivo em suas redes sociais.

De acordo com a cantora, há uma necessidade de propagar mais ainda a campanha, que tomou proporções maiores. “A gente começou com um projeto basicamente para os índios urbanos e alguns aldeados que moram próximo a Manaus, agora existe um desafio maior que é o interior do Estado. Nos unimos a FAS que já estava fazendo um trabalho nas comunidades do interior e nós aqui na capital, então vamos unir forças em prol dessa causa”, explicou.

Márcia Novo realiza uma live no próximo domingo, 21 (Foto: Divulgação

Participações

A live contará com a presença de diversos artistas como Canto da Mata, Klinger Araújo, Vanessa Alfaia, João Paulo Faria – pai Francisco do Garantido, além do apoio dos bumbás Caprichoso e Garantido que também aderiram a campanha e vão transmitir a live em suas redes sociais.

Devido à pandemia, muitos itens estão em Parintins, mas aparecerão no evento por meio de vídeos e depoimentos. Outra participação especial será da enfermeira indígena Wanda Ortega, que tornou-se uma das representantes da causa atuando na linha de frente em meio à pandemia. A meta inicial de arrecadação é de R$ 30 mil, conforme Márcia Novo.

Além das redes sociais dos bumbás, a live também será transmitido no portal BNC Amazonas a partir das 16h (horário local). Quem quiser fazer doações, um QR Code estará disponível na tela da transmissão. ’Réquiem’ uma prece pelos indígenasParalelo a live, Márcia Novo lança no próximo sábado(20) o videoclipe ‘Réquiem’ – que é uma releitura da toada antológica do boi Caprichoso.

A música estará disponível em todas as plataformas digitais de stream.O Teatro Amazonas é o cenário onde se passa o videoclipe e conta a história de um funeral indígena. A música seria lançada juntamente com o EP do Eletroboi, que foi adiado devido à pandemia.

Segundo a cantora, o trabalho artístico foi uma premonição ao que está acontecendo atualmente com os povos tradicionais. Um dia, ao ir deixar máscaras na comunidade Parque das Tribos, Márcia presenciou uma cena retratada meses antes no clipe.

Além do Spotify e do Youtube Premium, o videoclipe será lançado com um QR Code para que os interessados possam doar recursos que serão usados para ajudar as aldeias indígenas.

Anúncio