Página que vendia ingresso para suposto show da Beyoncé em Manaus é tirada do ar

O evento estava com ingressos à venda no site Eventbrite. A apresentação da cantora norte-americana está programada para o dia 28 de setembro, na Arena da Amazônia

Manaus – O site Eventbrite tirou do ar a página que vendia os ingressos para um suposto show da cantora Beyoncé, em Manaus, programado para o dia 28 de setembro, na Arena da Amazônia, zona centro-oeste da capital. Ainda nesta quarta-feira (23), a REDE DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (RDC) enviou e-mail para o Eventbrite buscando informações sobre a produtora do evento e como a empresa iria proceder caso a apresentação fosse cancelada.

A cantora Beyoncé (Foto: Reprodução/Instagram)

Desde que o evento foi criado no Facebook anunciando a vinda para a capital do Estado da turnê ‘Everything Is Love’, a notícia tem chamado a atenção dos internautas. Os ingressos já estavam sendo vendidos e variavam entre R$ 150 e R$ 20 mil, sendo este último camarote para 20 pessoas.

Em rápida busca no site de Beyoncé, a reportagem não encontrou qualquer menção sobre a turnê ‘Everything Is Love’ ou qualquer outro show marcado para a época anunciada no site Eventbrite, em Manaus. O nome da suposta turnê é título do álbum criado pela cantora de forma colaborativa com seu marido, o rapper Jay-Z, e foi lançado, em 2018.

Ainda no evento criado no Facebook, não consta o nome da produtora responsável pelo show. Já em um perfil do Instagram (@beyoncenaamazonia2019), o administrador da página adiantou, na segunda-feira (21), que 64% dos ingressos já haviam sido vendidos.

Nota

Em nota, a Eventbrite informou que milhões de eventos utilizam a plataforma todos os anos e “trabalhamos para garantir que nossos clientes tenham uma experiência segura e positiva utilizando as soluções da Eventbrite”. Além disso, “qualquer pessoa pode criar um evento e vender ingressos por meio de nossa plataforma e contamos com uma equipe de segurança e risco, que monitora os eventos e transações em nossa plataforma com o objetivo de prevenir atividades fraudulentas ou mal-intencionadas”.

Ainda de acordo com a empresa, a “política é remover qualquer conteúdo que não for autêntico, assim que tomamos conhecimento dele e, após a equipe confirmar que o criador desse evento não estava autorizado a oferecer inscrições e/ou ingressos para os eventos, nós o retiramos da plataforma. Continuaremos a remover qualquer evento que não seja autêntico ou que não esteja de acordo com a nossa política e termos de uso”, finalizou

***Matéria atualizada às 16h20 para acréscimo de nota