Primeiro dia de Rock in Rio gera 34 toneladas de lixo

Mais de 1,1 mil profissionais trabalham na limpeza do evento

Rio de Janeiro – Um balanço realizado pela Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), estatal vinculada à prefeitura carioca, aponta que foram recolhidas 34 toneladas de lixo no primeiro dia do festival Rock in Rio. Deste total, 31 toneladas foram retiradas do interior da Cidade do Rock e o restante na área externa do local do evento.

Irregularidades também foram destaque no primeiro dia do evento (Foto: Divulgação/RIR)

Os resíduos recicláveis, que somam quase 13 das 34 toneladas de lixo, estão sendo destinados às cooperativas de catadores credenciadas pela Comlurb nas centrais de triagem nos bairros de Irajá e Bangu. É a segunda edição que a estatal municipal é contratada pela produção do Rock in Rio para executar o serviço de limpeza. Foram disponibilizados 1.143 garis.

A Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses do município (Subvisa) também divulgou relatório dos seus trabalhos no primeiro dia evento. Foram realizadas 65 fiscalizações e quatro estabelecimentos terminaram multados. Uma das autuações foi por alimento sem procedência identificada, que resultou no descarte de 10 quilos de pães.

Outras duas irregularidades apuradas dizem respeito a falta de ponto de água e ausência de lavatório para os trabalhadores. A quarta multa foi aplicada em um restaurante que tinha funcionários que não passaram pelo curso gratuito de capacitação de higiene para manipulação de alimentos, como exige a legislação municipal. A Subvisa informou que o número de infrações foi inferior ao do primeiro dia do último Rock in Rio, ocorrido em 2017, mas não deu detalhes de quantos estabelecimentos foram autuados na ocasião.

Anúncio
Anúncio