Aulas de artes do Liceu Claudio Santoro serão exibidas na TV aberta e plataformas digitais

Transmissão será pela TV Encontro das Águas e nas redes sociais da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, a partir deste sábado (18)

Manaus – A partir deste sábado (18), terá início a exibição, TV Encontro das Águas, das aulas que compõem a grade de cursos do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro, por meio do canal 2.1 na TV aberta e nas plataformas digitais da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. A programação conta com conteúdo de dança, teatro, música e artes visuais, e é resultado de uma parceria do governo do Amazonas.

O diretor técnico-artístico, maestro Davi Nunes, adianta que foram produzidos vídeos até dez minutos com conteúdo de dança, teatro, música e artes visuais.

“Pensamos temas específicos que pudessem atender tanto aos nossos alunos, quanto a quem vai ter acesso ao conteúdo pela primeira porque, além de dar continuidade ao trabalho, podemos despertar o interesse de outras pessoas pelas aulas de arte e elas podem se tornar nossos alunos após a pandemia”, explica o maestro.

Aulas de dança fazem parte da programação (Foto: Divulgação)

On-line

O coordenador do Núcleo de Teatro do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro, Tiago Oliveira, conta que, atualmente, todas as turmas das unidades de Manaus recebem as atividades em grupos de WhatsApp, Facebook e Zoom, correspondente ao nível delas, para os alunos desenvolverem em casa.

“Todo conteúdo enviado pelos professores é alinhado com a ementa dos cursos, em aulas práticas com propostas de leitura, filmes, análise de espetáculos, pesquisas e trabalhos. O retorno dos alunos vem por meio de vídeos, áudios e videoconferências com as turmas”, destaca o coordenador. “Ao final, os instrutores apresentam o relatório de tudo que foi aplicado nas aulas on-line”.

Para os alunos do Liceu Parintins, a ferramenta utilizada é o WhatsApp, onde professores encaminham os vídeos com propostas de atividades e com direito a dicas para os pais também.

“É importante que os pais participem desse momento, estimulando o processo cognitivo, com música ou leitura, enquanto nós trabalhamos o lado artístico com eles”, comenta Andressa Oliveira, diretora da unidade. “Nos grupos contamos ainda com a participação de crianças de Anori e outros municípios do interior, interessados nas nossas aulas de arte”.

Segundo o secretário Marcos Apolo Muniz, as aulas dentro das unidades foram interrompidas devido às medidas de prevenção contra o novo coronavírus. No entanto, o planejamento dos cursos continuou com o contato de instrutores e alunos por meio das plataformas digitais, sem atrapalhar o conteúdo programado.

“A nossa equipe de instrutores passou a atender os alunos por meio das mídias sociais e aplicativos, com atividades específicas para cada nível. Agora, vamos abrir as ações para o público em geral, por meio da TV Encontro das Águas, para ter um acesso maior”, afirma o titular da pasta.