‘Bandidos na TV’ conta história do caso Wallace Souza, na Netflix; veja trailer

A produção contará a história de um apresentador, que se tornou deputado estadual pelo Amazonas e foi acusado de ordenar assassinatos com o intuito de aumentar a audiência de programa policial

Manaus – “Várias mortes aconteceram produzidas para vender o programa”, afirmou uma fonte entrevistada no documentário ‘Bandidos na TV’, que teve o trailer divulgado pela Netflix, nas redes sociais da empresa, na tarde desta quinta-feira (16). A produção contará a história de Wallace Souza, um apresentador que se tornou deputado estadual pelo Amazonas e foi acusado de ordenar assassinatos com o intuito de aumentar a audiência do programa policial que apresentava.

Netflix exibirá documentário sobre Wallace Souza (Foto: Alberto César Araújo/Folhapress)

Segundo o site Deadline, o documentário será dividido em sete partes, com previsão de estreia no dia 31 de maio. Wallace ascendeu à fama como apresentador do programa Canal Livre, veiculado por uma emissora de televisão em Manaus. O projeto se tornou um sucesso de público, até o apresentador ter a reputação comprometida por acusações de que só era capaz de publicar cenas de crimes, em primeira mão, porque teria, supostamente, ordenado a realização dos assassinatos. O ex-segurança do apresentador o acusou de ser o líder de uma organização criminosa.

Em 2009, Wallace Souza foi acusado de homicídio, tráfico de drogas, intimidação de testemunhas, porte ilegal de armas e formação de quadrilha. Em julho de 2010, o apresentador morreu devido a uma parada cardíaca. O documentário, intitulado “Killer Ratings”, em inglês, trará entrevistas exclusivas com pessoas que atuaram no Canal Livre e policiais que trabalharam no caso, além de amigos e parentes próximos ao ex-deputado estadual.

A série conta com direção de Daniel Bogado (The Hunt for Boko Haram) e produção de Suemay Oram (Drugs Map of Britain).