Boi Garantido encerra gravação do CD 2018

A coordenação de produção conseguiu reunir seis dos principais levantadores de toada do boi para a gravação do CD

Manaus – O Boi Garantido finalizou, na última terça-feira de carnaval (13), as gravações do CD “Auto da Resistência Cultural” com as toadas para a temporada 2018. O trabalho terminou com pouco mais de 20 dias de gravações de vozes e instrumental, seguindo o planejamento definido pela equipe musical da Comissão de Artes do Garantido. A coordenação de produção conseguiu reunir seis dos principais levantadores de toada do boi.

A coordenação de produção conseguiu reunir seis dos principais levantadores de toada do boi. (Foto: Divulgação)

Eles gravaram, a toada “A coisa mais linda do mundo”, do parintinense Emerson Maia, um dos maiores nomes da história artística do boi. Junto do apresentador do Garantido Israel Paulain, gravaram a toada de Maia os levantadores Robson Júnior, Rycardo Lira, Salomão Rossy, Leonardo Castelo, Carlinhos do Boi e Márcia Novo.

“Cada toada tem um DNA. E essa toada do Emerson Maia remete muito ao formato antigo do boi. Então, a gente aproveitou a oportunidade para mostrar algo que é antigo no boi, mas é inédito no trabalho de gravação do CD, que é gravar com vários nomes juntos, de forma uníssona”, explicou Álder Oliveira, coordenador da equipe de produtores. Também participaram da produção do CD: Enéas Dias (compositor e componente da comissão musical do boi), Paulinho Dú Sagrado (compositor) e Valdenro Filho (produtor e músico).

Carlinhos do Boi e Rycardo Lira militam nos eventos do boi fora do festival há muito tempo e são figuras tarimbadas, especialmente em se tratando de Carnaboi e Boi Manaus, realizados em Manaus, além de festas de boi no interior. “Queremos somar com o Garantido. E essa temporada tá começando com o pé-direito”, disse Carlinhos. Rycardo Lira falou, emocionado, sobre sua participação na gravação. “Este é o resgate da toada tradicional. Os artistas sendo convidados pra virem aqui cantar e gravar,” declarou Rycardo Lira.

Emoção e satisfação também expressadas por Salomão Rossy e Robson Júnior, dois conhecidos nomes da música popular brasileira feita no Amazonas. Para eles, a expectativa do trabalho gravado foi um retorno para os artistas encarnados. “Essa é uma valorização do artista e este CD será um marco da história do Boi Grarantido”, avalia Robson. Para Salomão, unir todos cantando ao mesmo tempo, será um dos diferenciais do CD 2018. “Quem vai ouvir vai perceber que tem um maior astral por conta dessa participação”, prevê Salomão sobre o resultado do CD.

Ao todo, o CD “Auto da Resistência Cultural” terá 21 toadas gravadas. Foram pouco mais de 30 dias de gravação, trabalho realizado no ABM Estúdio, em Manaus. Agora, virão as fases de mixagem e masterização, seguindo para a confecção do CD físico. O lançamento do trabalho, anunciado pela diretoria do Boi Garantido, será no dia 24 de Março, na Cidade Garantido, em Parintins. Em Manaus, o evento será no final de semana seguinte, dia 31.

Anúncio