Caprichoso realiza primeiro ensaio on-line para arrecadar alimentos

O bumbá usará a tecnologia para levar novidades, toadas e manter a galera azul por dentro dos bastidores

Manaus – O Caprichoso realizará, no dia 1° de maio, a partir das 21h, o primeiro ensaio on-line, diretamente do Curral Zeca Xibelão, em Parintins (a 369 quilômetros a leste da capital), para arrecadar alimentos. A transmissão será feita pelo canal do bumbá, no YouTube e também redes sociais oficiais.

Ao comando do apresentador Edmundo Oran e interação dos itens individuais direto de suas casas, a live terá como repertório as toadas do álbum ‘Terra: Nosso Corpo, Nosso Espírito’, além de toadas consagradas de outros anos e pretende levar alegria e entretenimento às pessoas que estão em casa.

A programação foi organizada pelo Conselho de Artes e diretoria do Caprichoso, e segue recomendações de saúde, mobilizando o mínimo de pessoas para evitar riscos e, ao mesmo tempo, levar o ritmo do festival de Parintins aos torcedores nos quatro cantos do mundo.

O presidente do bumbá, Jender Lobato, afirma que é uma forma do torcedor ‘matar’ a saudade dos eventos bovinos (Foto: Divulgação)

Para o presidente do Caprichoso, Jender Lobato, a realização do ensaio inédito vai ‘matar’ a saudade da nação azul e branca, durante a ‘quarentena’. “O distanciamento é social, mas a gente pode estar conectado, por meio da tecnologia, levando entretenimento e ainda estimulando a solidariedade com quem está precisando, em decorrência da pandemia do coronavírus”, disse.

O dirigente azulado ressalta que a pandemia da Covid-19 afetou a preparação do bumbá para o festival 2020, com cinco eventos da temporada já cancelados: lançamento do álbum, gravação de CD ao vivo, feijoada, missa de início dos trabalhos artísticos nos galpões e primeiro ensaio oficial.

O presidente do Conselho de Artes do Caprichoso, Ericky Nakanome, explica que o ensaio é adaptado, com a presença confirmada do apresentador, músicos, dois dançarinos e outras surpresas. As participações dos itens individuais serão feitas de casa, com interação ao vivo com a galera. “O mais importante, agora, é a gente se cuidar para logo voltarmos a brincar de boi-bumbá”, ressalta Nakanome.