Casamento virtual é opção do ‘sim’ na pandemia

Casamento pela internet caiu no gosto dos casais, que aguardam ansiosamente por esse grande dia

Manaus – O tão sonhado “sim” de muitos casais precisou ser adiado por conta da pandemia de Covid-19, mas os planos não ficaram de lado. Nesse período, o casamento virtual caiu no gosto dos casais, que aguardam ansiosamente por esse grande dia. Se adequando à nova realidade, o casal Amorim, se vestiu de branco e selou a união em abril deste ano, de forma virtual.

Ingrid Rebeca e Thiago Amorim adiaram os planos. (Foto: Divulgação/ arquivo pessoal)

Ingrid Rebeca, 25, conta que começou a planejar o casamento antes da pandemia, mas precisou adiar os planos duas vezes e optou por uma cerimônia intimista, para poucas pessoas. A experiência foi um marco para ela e o marido, Thiago Amorim, 26.

“Eu percebi que eu não podia parar a minha vida e os meus planos por causa da pandemia. Eu tive que adaptar para ser do jeito que podia ser possível. Nós não desmarcamos com nenhum fornecedor”, explicou Ingrid.

Reunir todo mundo como planejado não foi possível, mas o casal guarda muitas recordações desse dia. E não foi por ser virtual, que o casamento da Ingrid e Thiago não teve aquela emoção básica. No dia da cerimônia, a internet do cartório acabou falhando e o casamento atrasou.

“A experiência de casar online foi muito melhor do que eu imaginava. Eu estava muito desanimada e muito frustrada, porque seria online e não era algo que eu planejava, mas era do jeito que dava para acontecer, mas foi incrível. Um fato que só acontece se for online é que a internet cai, uns dez minutos antes, eu recebi uma mensagem do cartório, que eles estavam sem internet e ia ter que atrasar um pouco. No fim de tudo, tive que casar na sala da minha tia, porque não ia chegar a tempo no restaurante onde tinha marcado”, contou Amorim.

blank

Festas de casamento passaram a ser mais intimistas. (Foto: Divulgação/ arquivo pessoal)

Com as novas flexibilizações, os noivos já voltaram a reprogramar a festa, mas de uma maneira mais intimista, conhecido como ‘mini wedding’. Estilo que se encaixou perfeitamente neste período, como explica a assessora de eventos, Danielle Sena.

“E eu costumo dizer que, o ‘mini wedding’ se encaixou perfeitamente com esse período que a gente está vivendo, ele está justamente na entrega dos detalhes. Eu costumo dizer que o casal tem por obrigação oferecer o melhor aos seus convidados ou poucos convidados”, explicou Sena.

blank

Danielle Sena aponta a atual procura pelo formato ´mini wedding´. (Foto: Divulgação/ arquivo pessoal)

A busca por esse profissional está aumentando aos poucos, os casais já estão planejando a tão sonhada festa de casamento, seguindo toda as medidas sanitárias para evitar a propagação do novo coronavírus. No início da pandemia, a classe teve o trabalho parado por completo.

“Eu percebi esse movimento. Ano passado, com o bloqueio total, de fato a procura também foi bloqueada, mas quando começou a ter essa flexibilização as pessoas começaram a voltar a comemorar, começaram a voltar a pensar em realizar o sonho”, contou a assessora de eventos.

Além da contratação de um cerimonial, as noivas já estão buscando o vestido de noiva ideal para a realização deste sonho. Para o proprietário da Casa D’Noivas, Romão Bezerra, os casais que não realizaram casamento em 2020, estão se preparando para a data especial em 2021.

“Desde quando o governo liberou para os eventos, a gente teve uma melhora. Mas ainda está fraco, está melhorando ainda. O mês de maio está bem. Todos nós, do ramo de eventos sofreu um grande abalo, durante a pandemia, porque as nossas vendas ficaram todas paralisadas, nós estamos bastante motivados e esperançosos, que este ano de 2021 vamos fazer dele um grande sucesso”, afirmou Romão.

Anúncio