Cine Casarão exibe ‘A Febre’ e ‘Boca de Ouro’

Premiado longa filmado em Manaus com personagem indígena e nova versão de clássico dos anos 1960 são as estreias do Cine Casarão, sala do Centro Histórico de Manaus

Manaus – Nesta quinta-feira (12), o Cine Casarão, espaço dedicado à Sétima Arte do Casarão de Ideias, bairro Centro, zona sul de Manaus e recebe como estreias da semana os longas ‘A Febre’, às 16h30 e ‘Boca de Ouro’, às 20h30. Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente, no perfil do espaço cultural no Instagram (@casaraodeideias), ao preço de R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia).

No Cine Casaraão será exibido o filme dirigido por Maya Da-Rin, ‘A Febre’ acompanha Justino (Regis Myrupu), um indígena do Amazonas, que há 20 anos vive na cidade grande, trabalhando como segurança no porto local. Sua filha Vanessa, trabalha em um posto de saúde e acaba de passar para a faculdade de Medicina, na Universidade de Brasília. Insegura entre seguir seu sonho e deixar seu pai, ela precisa lidar, também, com uma estranha febre que subitamente aparece. Paralelamente, uma série de estranhos ataques a animais ganha destaque no jornalismo da TV local.

Filme da primeira mulher cineasta ‘Alice Guy-Blaché’ também está em cartaz (Foto: Divulgação/Globo Filmes )

Em 1960, Boca de Ouro (Marcos Palmeira) é um criminoso que, ainda bebê, foi abandonado pela mãe, líder de uma quadrilha de tráfico de drogas, no banheiro de uma gafieira. Ao crescer ele, manda arrancar todos os seus dentes e coloca, no lugar, outros feitos de ouro. Ele também cultiva o sonho de ser enterrado em um caixão de ouro. Designado para descobrir a verdadeira história do marginal, o repórter Caveirinha decide entrevistar sua ex-amante, que conta diferentes versões da vida do bicheiro.

‘Boca de Ouro’ será reexibido, ainda, nesta sexta-feira (13), às 16h30; no sábado (14), às 18h30 e domingo (15), às 17h. Já ‘A Febre’ será reexibido na sexta, às 18h30; no sábado, às 20h30 e domingo, às 19h.

Programação

Ainda na programação da sala de cinema alternativo, será reexibido ‘Alice Guy-Blaché’, na sexta e no sábado. Os horários que podem ser consultados nas redes sociais ou por meio do (92) 3633-4008.

Protocolos

Vale ressaltar que a sala de exibição do Cine Casarão está funcionando com 50% de sua capacidade, ou seja, apenas 18 lugares são ocupados. Também está sendo colocada em prática a triangulação de assentos, proporcionando assim o distanciamento seguro.

No intervalo de cada sessão, é feita a aplicação com luz de ozônio e vídeos institucionais, no início dos filmes, são exibidos com o objetivo de reforçar a prevenção contra o novo coronavírus (Covid-19). O uso da máscara é obrigatório.

Anúncio