Cine Casarão exibe, nesta semana, cinco filmes do Festival Varilux de Cinema Francês

Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente, no perfil do espaço cultural no Instagram, ao preço de R$ 15 (inteira) e R$ 7,50 (meia)

Manaus – Dando continuidade na programação do Festival Varilux de Cinema Francês, que iniciou na semana passada, o Cine Casarão, espaço dedicado à Sétima Arte do Casarão de Ideias, bairro Centro, zona sul de Manaus, exibe, entre quarta-feira (02) e o sábado (05), cinco longas-metragens inéditos. Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente, no perfil do espaço cultural no Instagram (@casaraodeideias), ao preço de R$ 15 (inteira) e R$ 7,50 (meia).

Nesta quarta-feira (02), às 16h, o público terá a oportunidade de conferir ‘DNA’, estrelado por Louis Garrel. Neige, divorciada e mãe de três crianças, visita regularmente Emir, seu avô argelino, vivendo agora em um asilo para idosos. Ela adora e admira aquele que exerce o papel de sustentáculo da família. As relações entre os muitos familiares são complicadas e a morte do avô acabará por desencadear uma tempestade familiar e uma profunda crise de identidade em Neige.

(Foto: Divulgação)

Também na quarta-feira (02), às 18h30, será exibido ‘Gagarine’ com direção dupla de Fanny Liatard e Jérémy Trouilh. O filme mostra um jovem de 16 anos que cresceu em Gagarine, conjunto habitacional em Ivry-sur-Seine, na França, onde sonha em se tornar um cosmonauta. Ao tomar conhecimento de que o lugar onde mora está ameaçado de demolição, ele decide se somar a um movimento de resistência.

Já na quinta-feira (03), ‘A Garota da Pulseira’ ganha a tela do cinema alternativo, às 18h30. Morando em uma área residencial impessoal e sem história, Lisa, aos 18 anos, acaba de fazer o exame para ingressar na universidade. Porém, há w anos ela usa uma pulseira, pois é acusada de ter assassinado sua melhor amiga.

‘Mais Que Especiais’ é a atração desta sexta-feira (04), às 16h30. O longa, dirigido por Eric Toledano e Olivier Nakache, mostra a história de Bruno e Malik que, há 20 anos, vivem em um mundo à parte, aquele habitado pelas crianças e adolescentes autistas. Trabalhando cada um em uma instituição diferente, eles se dedicam à formação de jovens vindos de bairros problemáticos para tentar lidar com esses casos considerados ‘super-complexos’.

E para finalizar a semana, no sábado (05), às 20h30, é a vez de ‘Meu Primo’, com Vincent Lindon, François Damiens e Pascale Arbillot. Pierre é o executivo à frente de uma grande empresa familiar. Prestes a fechar o que parece ser o negócio do século, ele deve cumprir uma última formalidade: recolher a assinatura de seu primo, Adrien, que detém 50% das ações da empresa. Este, um sonhador afável e idealista, que costuma incorrer em gafes e constrangimentos em série, fica tão feliz em reencontrar o primo que é tomado pelo desejo de passar mais tempo na sua companhia. Para tanto, decide retardar a urgente assinatura.

Protocolos

Vale ressaltar que a sala de exibição do Cine Casarão está funcionando com 50% de sua capacidade, ou seja, apenas 18 lugares. Também está sendo colocada em prática a triangulação de assentos, proporcionando assim o distanciamento seguro.

No intervalo de cada sessão, é feita a aplicação com luz de ozônio e vídeos institucionais, no início dos filmes, são exibidos com o objetivo de reforçar a prevenção contra o novo coronavírus (Covid-19). O uso da máscara é obrigatório.

Anúncio