Como evitar que os cães imitem o ‘Chico’

O cachorro destruiu a cama da sua tutora e o vídeo teve milhões de visualizações nas redes

Manaus – Há pouquíssimo tempo, o país ganhou uma nova celebridade instantânea e o que levou à fama não é algo tão engraçado para os donos de cachorros. Trata-se do cachorro Chico, que destruiu completamente a cama da sua tutora. O vídeo da traquinagem teve milhões de visualizações nas redes sociais e gerou um alerta aos donos de pets: o que fazer para evitar que eles destruam a casa?

Chico destruiu completamente a cama da sua tutora (Foto: Reprodução)

Para a veterinária do Espaço de atenção animal Petland Vieiralves, Brenda Alencar, a regra é simples: criar ações e atividades para controlar a ansiedade do animal. “Isso pode ser feito de diversas maneiras. Algumas dicas são deixar uma série de brinquedos para o animal ficar entretido quando estiver sozinho, limitar o acesso do cachorro ao local da casa onde haja objetos que ele possa destruir, incentivar as brincadeiras e atividades físicas para que ele possa descansar nos momentos adequados”, afirmou.

Para os bichinhos mais afoitos, o ideal é utilizar brinquedos interativos, como aqueles que têm um espaço para colocar petisco dentro. Isso vai fazer o animal ficar um bom tempo tentando pegar esse petisco.

Estímulo maior em casa

Quando o dono estiver em casa, o estímulo precisa ser ainda maior. Isso pode ser feito com passeios regulares, brincadeiras até o animal cansar e exercícios que mostrem que o tutor é a maior autoridade da casa. “Uma das formas para que o cachorro entenda isso é que ele não receberá carinho ou nenhuma recompensa quando fizer besteiras. Se o tutor chegar em casa e ver que ele destruiu algum objeto ou fez algo errado, o ideal é ignorar completamente o animal, mesmo que queira chamar a atenção ou brincar”, explicou.

Mesmo sendo a melhor hora do dia para quem tem um bichinho em casa, o retorno ao lar tem que ser feito com cuidado. “O animal já fica excitado nessa hora. Os donos podem dar carinho nesse momento, mas sem exagerar, ou isso deixará que o animal fique mais ansioso quando está sozinho em casa e acaba fazendo besteira”, ensinou.

Exemplo de como lidar

A jornalista Dóris Rios teve surpresas negativas com a sua cadela, a Pedrita. “As vezes chegava a arrancar todas as roupas que estavam no varal. Observamos que a partir do momento que colocamos uma rotina de passeios e brincadeiras, a situação acalmou. Ela não gosta de brinquedos e destrói todos, por isso sempre deixamos garrafas pets para se manter entretida quando não estamos. A observação do comportamento dela e a nossa adequação à sua personalidade foram fundamentais para que conseguíssemos retomar a tranquilidade com ela”, explicou.

A Petland Vieiralves fica na rua Pará, nº 505. Além dos brinquedos e acessórios para controlar a ansiedade dos animais, os tutores também encontram orientação especializada de como ajudar na melhora do comportamento do bichinho.