Descubra os sinais de um relacionamento tóxico e saiba como se livrar

Psicóloga alerta para as relações abusivas onde envolve a tentativa de uma pessoa manipular, controlar e isolar a outra

Manaus – Estar em um relacionamento é para ser algo prazeroso e que te deixe bem. O problema é que, às vezes, os relacionamentos se tornam tóxicos e trazem uma série de consequências para as pessoas. Para entender mais sobre o tema, a psicóloga Caroline Busarello Bruning (CPR 12/08776) dá detalhes sobre o assunto.

O que é relacionamento tóxico?

Caroline explica que “um relacionamento tóxico envolve a tentativa de uma pessoa manipular, controlar e isolar a outra. É uma relação em que não existe vínculo de respeito, mas em que uma pessoa manda e a outra é subjugada”.

Um relacionamento abusivo existe uma frequência de comportamentos (Foto: Divulgação)

Ela acrescenta que “em um relacionamento abusivo existe uma frequência de comportamentos, tornando-se um ciclo de abusos. Apenas precisamos cuidar para não pensar que qualquer pessoa é tóxica porque errou. Na verdade, o que define se ela é tóxica em um relacionamento não é o erro, mas a forma como ela lida com os erros”.

8 sinais de um relacionamento tóxico

Confira os sinais que podem caracterizar que um relacionamento não é saudável.

    1. Controlar a pessoa: “controlar, baseado em ciúme, o modo como ela se veste, com quem ela sai e até mesmo o dinheiro que a pessoa ganha, checar as coisas que faz na internet e questionar, fazendo o outro entender que não existe privacidade porque estão em um relacionamento.”
    2. Xingamentos: “a pessoa te chama de idiota, babaca, doente, burro, ridículo, ou até palavras que são ainda piores. A intenção é fazer a outra pessoa se sentir mal, culpada e cair ainda mais no controle da pessoa tóxica”.
    3. Diminuir suas conquistas: “quando você consegue algo que queria muito, ao em vez de te parabenizar, a outra pessoa fica com inveja e fala “ah, que ótimo isso, mas não pode esquecer daquilo”.
    4. Maximizar o problema do outro: “uma pessoa tóxica pode reforçar uma característica ou problema da pessoa para deixá-la mal. Por exemplo, se alguém gosta muito de comer (e se sente mal com isso), a outra pessoa pode falar “gosto de sair com você porque você gosta muito de comida e sempre acha um lugar bom”. Nesses casos, se a pessoa diz que não gostou, a outra diz que ela está fazendo drama”.
    5. Ameaçar: “não sei o que eu vou fazer se você fizer tal coisa”, sempre coloca a pessoa em uma situação de ansiedade extrema, pisando em ovos.”
    6. Tratamento de silêncio: “horas, dias, semanas, sem trocar uma palavra com a outra pessoa para punir por algo.”
    7. Tentar sempre virar o jogo: “é o famoso gaslighting. Quem faz isso quer que a outra pessoa duvide de atitudes e erros do relacionamento.”
    8. Críticas disfarçadas de elogios: “quando a pessoa até elogia a outra, mas faz de uma maneira que o controle fica evidente. Por exemplo: eu sei que você é boa, mas não é suficiente para conseguir tal coisa”, finaliza Caroline.

Como sair do relacionamento tóxico

A psicóloga explica que ”é importante se conhecer: saber se você tem a tendência a ser empática demais, saber se você tem medo de ficar sozinha ou até mesmo sofre da síndrome do impostor. Entender se você não tem muita clareza dos limites pessoais e até faz demais pelos outros”.

Além disso, ela também afirma que ”é importante se informar sobre relacionamentos tóxicos, porque muitas pessoas pensam que é normal e só entendem quando outras mostram como a relação é abusiva. É difícil sair dessas relações, por exemplo, quando temos crenças ruins sobre relacionamentos e o que significa o amor”.

Por último, Caroline complementa que é importante ”saber o que é um relacionamento aceitável, saber qual tipo de relacionamento você vai tolerar. A terapia é muito importante nesse processo todo, para se conhecer e ver o que é preciso ajustar na relação, se é um relacionamento saudável, ou se não tem ajuste e é preciso encerrá-lo.”

Nós sabemos que identificar se uma relação é tóxica não é uma tarefa fácil, porém esperamos que essa matéria consiga esclarecer alguns sinais e conceitos sobre o tema. Em contrapartida, veja nosso texto sobre os sinais de um relacionamento saudável e entenda tudo do assunto.

Anúncio