Dona Onete será atração na Virada Sustentável Manaus 2019

O show da artista promete reunir fãs da artista em uma apresentação focada no último álbum dela, o ‘Rebujo’

Manaus – A cantora e compositora paraense Dona Onete, a diva do carimbó ‘chamegad’ que mistura brega, bolero e samba, foi anunciada como a atração nacional da Virada Sustentável Manaus 2019, que acontecerá de 26 a 28 de julho, com atividades gratuitas em todas as zonas da capital.

Essa será a primeira vez que a o evento terá uma atração nacional. O show da Dona Onete promete reunir fãs da artista em uma apresentação focada no último álbum dela, o ‘Rebujo’.

Entre as novidades deste ano, está a inclusão de mais um dia no cronograma do festival, antes realizado ao longo de um fim de semana. “Agregamos a sexta-feira como um dia dedicado à disseminação de conteúdo, com a realização de atividades como palestras, debates, rodas de conversa, exibição de filmes, entre outras”, explicou a coordenadora da Virada Sustentável Manaus, Paula Gabriel.

A cantora e compositora Dona Onete será atração na Virada Sustentável Manaus 2019 (Foto: Divulgação)

Outro destaque será a abertura do festival, marcada para o dia 25 de julho, no Largo São Sebastião, com apresentação da Amazonas Jazz Band. “Sempre realizamos a abertura no Teatro Amazonas, mas, por conta da limitação de espaço, decidimos levar o evento para o Largo, garantindo que mais pessoas possam participar e ter acesso ao espetáculo” disse Paula.

Além do Largo São Sebastião, a Virada Sustentável terá palco com shows e apresentações gratuitas no Monte das Oliveiras, Redenção, Bosque dá Ciência e Shopping Manaus Via Norte.

Para integrar a programação cultural, estão abertas inscrições para artistas com projetos que se enquadrem nas modalidades de teatro, dança, tradução em libras, música, grafitti, artes cênicas e artes gráficas. Cada proponente pode se inscrever individualmente ou em grupo, até o dia 10 de junho, clicando aqui.

O edital também está aberto para oficineiros, palestrantes, organizações, fundações, movimentos, coletivos, escolas, faculdades e equipamentos culturais que desenvolvem iniciativas relacionadas a pelo menos um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).