Empreendedorismo digital feminino na floresta

Na busca por uma renda, as mulheres também quebram barreiras usando apenas o celular e computador

Manaus – A cada dia mais as mulheres têm se dedicado ao empreendedorismo, termo que ganhou destaque e vem ajudando na abertura de novos negócios. Na busca por uma renda, as mulheres também quebram barreiras e vendem de qualquer lugar, até em pequenas comunidades no meio da Floresta Amazônica, usando apenas o celular e o computador.

Anna Cláudia é empreendedora digital e em 2017 resolveu fazer uma mudança radical na sua vida (Foto: Divulgação)

Anna Cláudia é empreendedora digital e em 2017 resolveu fazer uma mudança radical na sua vida, e mudou-se para a Comunidade Vila do Céu do Mapiá, na Floresta Nacional do Purus (a mil quilômetros a sudoeste de Manaus). Por um tempo, se afastou de todas as redes sociais, mas em março deste ano começou a vender produtos. De imediato, começou a trabalhar com locução em home em casa.

Se aprofundar em novos conhecimentos fez a empreendedora perceber que estava de frente com a oportunidade de ter uma renda e além do mais, poder incentivar mais mulheres a trabalharem no ramo digital.

“Minha única intenção é que as mulheres saibam que esse é um grande mercado e que tem muita oportunidade para todas. Dependendo do interesse de cada uma, podem viver disso. Está tudo aí online e de graça para todas terem acesso”, explicou a empreendedora.

Hoje, Ana Cláudia vende infoprodutos, que são distribuídos em formato digital como e-books, podcasts, cursos, entre outras ferramentas que facilitam a vida do público. Para a jornalista e empreendedora digital Manuela Vieira, o resultado positivo é algo certo.

“Das diversas possibilidades que o marketing disponibiliza, eu trabalho como afiliada, que é vendendo produtos que já estão prontos em plataforma digitais, e recebo comissões por isso”, explicou a profissional

blank

O segredo das empreendedoras que encontraram no marketing digital a mudança de vida é utilizar as ferramentas disponibilizadas hoje, a seu favor (Foto: Divulgação)

Anna Cláudia e Manuela trabalham com um objetivo em comum, além de serem empreendedoras de produtos digitais, buscam tornar possível o acesso às vendas para outras mulheres, independente do lugar que elas estejam, tendo apenas o acesso à internet.

“A minha ideia é despertar, fazer esses cliques na mente de muitas mulheres, por exemplo, que vendem seus chocolates, produtos de beleza ou então pensam em fazer um curso depois de certa idade. Eu estou numa comunidade ribeirinha onde tenho acesso à internet e com apenas um celular e um computador, eu consigo trabalhar e estudar remotamente, e que as pessoas despertem para esse novo cenário”, destacou Anna.

blank

(Foto: Divulgação)

O segredo das empreendedoras que encontraram no marketing digital a mudança de vida é utilizar as ferramentas disponibilizadas hoje, a seu favor.

“O que eu quero que as pessoas conheçam de verdade, é essa possibilidade da pessoa que não quer ou não pode ficar longe de casa, saber que ela tem uma ferramenta que pode ajudar a ter uma renda” afirmou Vieira.

Anúncio