Escola de Teatro Interarte apresenta espetáculo ‘Locomotiva 21’ em Manaus

Alunos do último ano do curso de teatro integram o elenco da obra que retorna aos palcos do teatrinho nesta sexta-feira (30)

Manaus – Inspirado na obra “111 monólogos originais para atores contemporâneos” de Vanessa Veiga, a Interarte Cia e Escola de Teatro, trouxe de volta para a cena, na última sexta-feira (23), o espetáculo Locomotiva 21, produzido e encenado por alunos do último ano do curso de teatro. A obra ganha uma segunda encenação na próxima sexta-feira (30), às 19h30, no palco do Teatrinho de Bolso Selma Bustamante, na sede da Interarte, localizada na Rua Maceió, nº 80 – Primeiro andar. A entrada é gratuita e limitada a 15 pessoas, respeitando o distanciamento e as medidas de segurança contra a Covid-19. Todos os convidados da plateia devem estar usando máscaras.

Locomotiva 21 tem como objetivo demonstrar alguns dos principais problemas que afetam a sociedade contemporânea, agravados durante a pandemia, como ansiedade, depressão, suicídio, violência contra as mulheres, homofobia, além das mais diversas formas de preconceito. Desta forma, o espetáculo tem a denominação Locomotiva 21, no qual LOCO= Loucura, MOTIVA= aquilo que move, 21= século 21. Logo, a loucura que move o século 21. A locomotiva é onde estamos como passageiros dessa grande loucura.

“O texto foi escolhido por meio de exercícios teatrais nas aulas online. O grupo executava os monólogos e em seguida discutíamos sobre as novas possibilidades que o texto trazia, sendo corporal, não convencional ou até mesmo trazendo uma releitura para cada texto”, explicou o diretor Clayson Charles.

Segundo o diretor, os atores logo se sentiram pertencentes e aderiram a ideia. A partir de então foram propostos temas e textos para cada um fazer a sua escolha para encenar, desde que tivesse como motivação o desafio individual, tirando o aluno da zona de conforto.

Integram o elenco os alunos: Kliver Gomes, Vinicius Jordão, Sebastian Moura, Guilherme Johnson, James Bentes, Breno Moreira, Taina Bulamarqui, Rafaella Perez e Yasmin Barbosa, sob direção de Clayson Charles.

O espetáculo

Locomotiva 21 foi apresentado pela primeira vez no dia 26 de junho e o público presente se identificou muito com cada personagem, se emocionaram, riram e alguns até compartilharam momentos semelhantes ao que estavam sendo relatados no espetáculo. O principal desafio era nossos maiores desafios foi criar uma dramaturgia para que todos os monólogos não se tornassem apenas um espetáculo, e sim uma apresentação que buscasse nas entrelinhas de cada texto os detalhes e a essência dos personagens fazendo rir, chorar, refletir sobre nossas mazelas do século XXI.

“O figurino se tornou um elemento importante para a concepção dos personagens e teve o conceito inspirado em estilos futuristas ou atemporal. Queríamos algo atual, porém não convencional. Pegamos várias fotos de grandes estilistas de moda e adaptamos para nossa realidade e tentamos brincar com isso. Cabelos embaraçados, maquiagem pesada, botas, coturnos também fazem parte desse estilo atemporal e meio pós apocalíptico”, comentou Clayson.

O Teatrinho de Bolso Selma Bustamante possui 30 lugares, entretanto, para manter o distanciamento, apenas 15 lugares estarão disponíveis. A entrada é franca, mas é necessário reservar via Whatsapp, pelo número (92) 99112-1866, com até 24 horas de antecedência. Após a lotação os interessados poderão assistir online por transmissão ao vivo somente para os inscritos.

Anúncio