Espaços públicos cancelam atividades

Atividades culturais em espaços da Prefeitura de Manaus e do governo do Estado estão suspensas por conta da pandemia do coronavírus, como forma de prevenir a disseminação da doença

Manaus – As atividades, os espaços e eventos culturas da cidade estão suspensos, por conta da pandemia do Covid-19. A Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), informou que desde terça-feira (17) os espaços culturais Museu da Cidade de Manaus, Centro Cultural Óscar Ramos e Les Artistes Café Teatro estarão fechados para visitação e com todas as atividades suspensas pelo período de trinta dias. A medida é preventiva e atende a recomendação do Ministério da Saúde de evitar aglomerações e combater a propagação do novo coronavírus no Estado.

Locais terão atividades suspensas por medida de saúde pública (Foto: Divulgação)

Ainda entre os espaços municipais, a sede provisória da Biblioteca Municipal João Bosco Pantoja Evangelista e os Centros de Atendimento ao Turista (CATs), que já se encontravam fechados para manutenção, também seguirão com as atividades suspensas nesse período.

Já o apoio da Prefeitura a eventos comunitários também continuará suspenso, conforme o Decreto nº 4.776, publicado na última sexta (13), que cancela a realização e participação em eventos coletivos que impliquem em aglomeração de mais de cem pessoas.

Eventos suspensos

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa suspendeu também, nesta terça-feira (17), a programação dos espaços culturais administrados pela pasta. Os festivais Amazonas de Jazz, Amazonas de Ópera, assim como os Ensaios dos Bumbás foram adiados.

De acordo com o secretário Marcos Apolo Muniz, todas as atividades nos espaços culturais serão suspensas até o dia 1° de abril, neste primeiro momento. A agenda será reavaliada a cada quinzena, conforme o cenário no Estado.

“Estamos reestruturando nossa agenda com a remarcação de uma série de atividades culturais que estavam planejadas dentro do nosso calendário, assim como vamos rever os horários de funcionamento dos espaços públicos administrados pela secretaria, visando acompanhar as orientações do Ministério da Saúde e Secretaria de Estado de Saúde, no que diz respeito à contenção do coronavírus no Estado”, declarou. “Vamos manter o público atualizado a cada 15 dias ou também quando se fizer necessário informar”.

Museu da Amazônia

Atendendo às recomendações do Ministério da Saúde, da Secretaria de Saúde do Amazonas e do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o Museu da Amazônia permanecerá fechado ao público por 15 dias a partir desta quinta-feira (19). “Acreditamos que esta medida possa, mesmo que em pequena escala, contribuir para evitar a acelerada propagação da Covid-19”, informou o diretor do Musa, Ennio Candotti.

Anúncio