Especialista dá dicas para planejar a carreira profissional

Para fazer uma escolha eficiente é necessário planejamento, com metas muito bem elaboradas

Manaus – A escolha da profissão é algo extremamente desafiador, principalmente no mundo de hoje, em que existem tantas possibilidades a serem trilhadas. Para fazer uma escolha eficiente é necessário planejamento, com metas muito bem elaboradas, segundo a especialista em Avaliação Psicológica e professora da Faculdade Santa Teresa, Luciana Chaves.

Ela considera que qualquer escolha para ser bem-feita, deve ser baseada em conhecimento. Por isso, é importante planejar. “Dessa forma, as pessoas conseguem se antecipar e realizar ações futuras para alcançar os objetivos”, afirmou.

Na hora de planejar a carreira é importante entender o que você espera para o futuro (Foto: Freepik)

Para escolher a profissão mais adequada, é preciso, em primeiro lugar, conhecer as próprias características de personalidade. “Com isso, é possível direcionar as habilidades para uma profissão que melhor se adeque ao seu perfil. Se a pessoa é uma líder nata, pode, por exemplo, almejar um cargo de gerente ou diretor. Além disso, o autoconhecimento contribui para fortalecer as características positivas do profissional e a evoluir naquelas que precisam ser melhor trabalhadas”, frisou.

De acordo com Luciana Chaves, outra dica na hora de planejar a carreira é entender o que espera para o futuro. “Imaginar como gostaria de viver daqui a 10 anos é um exercício excelente. Uma pessoa que gosta de se manter livre, com horários flexíveis, dificilmente vai se encaixar em uma profissão que não permita que isso aconteça”.

Ela orienta que as pessoas procuram identificar as atividades que gostariam de realizar no dia a dia. Também é interessante pensar nas disciplinas que tem mais facilidade e dificuldade. “Alguém que não tem afinidade com números, por exemplo, dificilmente irá gostar de uma profissão como ciências contábeis”, destacou.

A pesquisa fará toda a diferença no planejamento de carreira, diz ela. “Conhecer diversas áreas e profissões, para ter mais opções de escolha, vai ajudar no processo. Há casos em que a pessoa pode se identificar com um segmento específico, que se encaixa perfeitamente nos objetivos que ela possui”, explicou.

blank

O planejamento deve ser seguido, sempre buscando aprimorá-lo (Foto: Freepik)

Outra dica é incluir na pesquisa aspectos como as atividades diárias relacionadas às profissões, como: salário-mínimo e médio da profissão a ser escolhida, quantidade de trabalho mais comum, entre outras questões. “Dessa forma, evita-se a frustração de no futuro perceber que não está feliz com a escolha profissional”, ressalta.

Se depois de toda a pesquisa ainda tiver dúvida, a recomendação dela é procurar um especialista em orientação profissional e de carreira para uma avaliação mais aprofundada.

Para quem está pensando em mudar de carreira, Luciana diz que considerar todos os aspectos já mencionados é igualmente importante. “Cabe verificar a real necessidade de trocar de área completamente, ou se existe a possibilidade de mudar apenas o campo de atuação”, reforçou.

A professora destaca que o planejamento deve ser seguido, sempre buscando aprimorá-lo. “Pense além da graduação. Continuar se aperfeiçoando é primordial, seja através de cursos, palestras ou workshops. As informações são muito dinâmicas e as profissões estão em constante evolução. Quem se mantém estagnado, dificilmente alcançará os objetivos que deseja”.

Anúncio