Estudo indica que crime de extorsão atinge 69% das mulheres

Especialista explica o que fazer para não cair em uma chantagem

São Paulo – Segundo informações da SaferNet Brasil, associação civil de direito privado com foco na promoção e defesa dos Direitos Humanos na Internet no país, 69% das vítimas que sofrem extorsão são mulheres, estatística que inclui menores de idade.

Advogado orienta sobre o que não se deve fazer em casos de extorsão. (Foto: Divulgação / MF Press Global)

A chantagem é uma pressão emocional que o agressor encontra para pressionar a sua vítima para se conseguir dinheiro ou outros benefícios e muitas vezes, são feitas ameaças de revelação de fatos, áudios ou fotos que dizem respeito à vítima.

Recentemente, a funkeira Jojo Toddynho passou por uma situação desagradável. Ela teve que abrir um boletim de ocorrência contra o rapaz com quem ela teve um affair, pois ele a extorquiu em R$50 mil para não vazar fotos íntimas da cantora.

blank

(Foto: Divulgação / Redes Sociais)

É preciso ficar atento, por isso o advogado Sergio Rodrigo Russo Vieira, que também é especializado em crimes virtuais, explica o que pode ser feito nesta situação. “Ao primeiro sinal, já é preciso manter sério o tom da conversa e não ceder a pressão, pois se isso acontecer existe grande chance do crime ser contínuo e de tempo em tempo o agressor vai voltar a fazer”, alerta.

Mas caso o agressor comprometa e viole o direito da vítima, a expondo nas redes, isso configura outro crime, o de internet que está configurado na Lei Geral de Proteção de Dados ou no código penal vigente.

“Caso seja violada, minha orientação é a vítima, preferencialmente acompanhada de um advogado, procurar uma delegacia especializada em crimes cibernéticos e digitais e registrar um boletim de ocorrência. A pessoa que está extorquindo será chamada para prestar esclarecimento. Caso não tenha uma delegacia especializada, pode ir à delegacia mais próxima de sua residência”, finalizou.

Dicas do que fazer para não cair em chantagem

1) Não entre em pânico

2) Compartilhe o assunto com alguém de sua confiança

3) Peça ajuda de uma equipe especializada no assunto

4) Salve todas as conversas em um lugar seguro

5) Denuncie

Anúncio