Adriane Galisteu lamenta morte da sogra: “Pra sempre vou te amar”

Suely Iódice morreu, aos 78 anos, na manhã deste sábado (11); apresentadora desabafou e disse que “está sendo muito difícil”

São Paulo – Adriane Galisteu usou as redes sociais para lamentar a morte da sogra, Suely Iódice, neste sábado (11). A apresentadora postou uma foto das duas juntas e disse que está “sendo um dia muito difícil”. Suely estava internada em um hospital particular em São Paulo. A causa da morte não foi divulgada.

(Foto: Reprodução Instagram @galisteuoficial)

“Minha querida sogra Suely, uma mulher radiante e que amava viver. É difícil aceitar essas perdas da vida, não importa a idade, nunca estamos preparados para dizer adeus”, escreveu Galisteu.

“Mas acredito que ela agora descansou, foram meses de luta e que mostrou o quão forte ela foi, e como ela era amada (por todos — filhos, noras, genros, netos e amigos). […] Por aqui eu vou seguir te amando e admirando pra sempre… Minha sogra linda, pra sempre vou te amar”, completou.

A sogra de Galisteu era formada em pedagogia pela USP e exerceu a profissão por quatro anos. Ela trabalhou como diretora de estilo na Iódice, grife fundada em 1987 pelo marido dela, Valdemar Iódice. Galisteu é casada com Alexandre Iódice, um dos filhos do casal.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Adriane Galisteu (@galisteuoficial)

Anúncio