Além do personagem ‘Dr. Victor’, outros cinco do ‘Castelo Rá-Tim-Bum’ já morreram; relembre

Sergio Mamberti, que morreu na sexta, foi responsável por dar vida ao poderoso feiticeiro, amigo das máquinas, animais e crianças

São Paulo – Sérgio Mamberti, que viveu o Doutor Victor no “Castelo Rá-Tim-Bum”, morreu, nesta sexta-feira (3), aos 82 anos. Ele estava intubado desde o último sábado, tratando de uma infecção nos pulmões. A causa da morte foi falência múltipla dos órgãos.

De acordo com o UOL, o ator, diretor, produtor, autor e artista plástico não foi o primeiro personagem do programa infantil da TV Cultura a nos deixar. Confira:

Conhecido pelo bordão “Raios e Trovões!”, Doutor Victor era irmão da mãe de Nino (Cassio Scapin).

Sergio Mamberti, que morreu na sexta, foi responsável por dar vida ao poderoso feiticeiro, amigo das máquinas, animais e crianças.

Etevaldo (Wagner Bello)

2 - Reprodução / TV Cultura - Reprodução / TV Cultura

Wagner Bello ficou ficou conhecido por interpretar Etevaldo. (Foto: Reprodução / TV Cultura)

Wagner Bello ficou ficou conhecido por interpretar o extraterrestre Etevaldo. O ator morreu durante as gravações do “Castelo”, em 1994, aos 34 anos, vítima de HIV.

Há três anos, os fãs se emocionaram com a foto publicada por Fredy Allan, ator que interpretou Zequinha. Na imagem, Bello aparece em um de seus únicos registros de cara limpa, sem o figurino do personagem que imortalizou na série infantil da Cultura.

Mau e Porteiro (Cláudio Chakmati)

3 - Reprodução / TV Cultura - Reprodução / TV Cultura

Cláudio Chakmati deu vida ao Mau e também ao Porteiro. (Foto: Reprodução / TV Cultura)

Responsável pela voz e coordenação dos movimentos dos personagens Mau e Porteiro, Cláudio Chakmati morreu em fevereiro de 1997, aos 32 anos.

O corpo do ator foi encontrado no quarto de um hotel em uma cidade no norte da Tailândia — ele morava na ilha de Bali, na Indonésia. Na época, foi divulgado que a causa da morte foi uma parada cardíaca.

Flap (Gérson de Abreu)

4 - Reprodução / TV Cultura - Reprodução / TV Cultura

Flap era dublado por Gérson de Abreu. (Foto: Reprodução / TV Cultura)

Assim como Cláudio Chakmati, Gérson de Abreu nunca apareceu no vídeo em “Castelo Rá-Tim-Bum”. O ator emprestou sua voz à bota Flap, que dividia cena com o irmão gêmeo Tap (Theo Werneck).

Gérson morreu em 18 de julho de 2002, aos 37 anos. A causa da morte foi um infarto.

Anúncio