Alok se reencontra com o pai após ele conseguir deixar Israel

Juarez Petrillo, que também é DJ, estava na região para se apresentar no festival de música eletrônica Universo Paralello

São Paulo – O DJ Alok compartilhou, na noite desta quarta-feira (11), uma foto abraçando o pai — o também DJ Juarez Petrillo —, após o mesmo voltar em segurança de Israel. Petrillo, cujo nome artístico é DJ Swarup, estava em uma região próxima à Faixa de Gaza para participar do festival Universo Paralello quando o Hamas lançou seus ataques contra o território israelense.

(Foto: Reprodução Instagram @alok)

Na legenda da publicação, Alok deixou uma breve mensagem: “Que alívio poder te abraçar, pai!”. Nos comentários, diversos seguidores e fãs do DJ brasileiro postaram recados de apoio, desejando força aos dois e celebrando o reencontro entre pai e filho.

Juarez Petrillo estava na região de Re’im para a realização do festival de música eletrônica Universo Paralello quando, no sábado (7), foi surpreendido pelos ataques do Hamas a Israel. Embora seja fundador do evento, o DJ estava nesta edição apenas como uma das atrações.

Após fugir do local, Petrillo se abrigou em um bunker, como revelou Alok pelas redes sociais no domingo (8). Lá, ele aguardou orientações para deixar o país.

Na terça-feira (10), Alok foi novamente às redes sociais dar mais detalhes sobre a situação do pai em Israel. Segundo ele, Petrillo estava prestes a se apresentar no festival quando o bombardeio começou. Logo em seguida, a polícia iniciou a evacuação.

“Todo mundo saiu correndo, meu pai também saiu correndo. Ele conseguiu entrar em um carro e sair de lá”, relatou, abalado, o DJ brasileiro. Embora o pai de Alok esteja entre os sobreviventes do ataque ao festival, diversas pessoas presentes foram mortas — entre elas os brasileiros Bruna Valeanu e Ranani Glazer —, enquanto outras continuam desaparecidas.

Anúncio