Após caso de Klara Castanho, Gabi Brandt diz que teve dados vazados por hospital

Influenciadora revelou até foto de seu prontuário, com todos os detalhes, foi divulgada para a mídia sem que ela permitisse

Manaus – Após o caso de Klara Castanho, que supostamente teve dados médicos divulgados sem autorização, Gabi Brandt foi ao Instagram para contar que o mesmo já aconteceu com ela. A influenciadora revelou que a situação ocorreu duas vezes, em internações distintas.

Gabi Brandt revelou detalhes sobre casos de dados vazados por hospital. (Foto: Reprodução / Instagram)

“Esse negócio de hospital ficar vazando coisa de paciente. Vocês têm ideia de quanto isso é absurdo? Vou contar uma história minha para vocês. Eu não sei se vocês sabem, se já cheguei a comentar em algum lugar, mas minha família tem um histórico longo, minha bisavó, minha avó e minha mãe tiveram câncer de útero. Minha mãe fez tratamento durante muito tempo, minha avó também teve que operar e minha bisavó, infelizmente, faleceu”, começou Gabi em seu desabafo.

Gabi contou que a família tem histórico de câncer: “Eu tive suspeita de câncer de útero e a minha médica me indicou fazer uma biópsia. Fiquei internada no hospital, fiz a biópsia. Só que eu não queria passar a notícia para a minha família porque eu não tinha ainda a certeza. Por que eu ia preocupar todo mundo? Uma funcionária do hospital vazou a foto do meu prontuário. Tinha nome da minha médica, meu plano de saúde, data de entrada, horário de alta”.

Segundo a influenciadora, a notícia chegou aos ouvidos de sua mãe: “Só que, como não estava especificando que era de fato uma biópsia para investigar um possível câncer, abriu margem para a imaginação das pessoas, então começaram a especular. Eu estava internada no hospital e minha mãe ficou sabendo. Aí eu tive que contar para todo mundo. Até sair o resultado da biópsia levou um tempão, ficou todo mundo preocupado à toa. Eu não pude escolher se que eu queria contar ou não isso”.

Gabi ainda disse que o caso aconteceu em outra ocasião: “Isso não foi a primeira vez, tá? Quando tive aquela nefrite, uma infecção no rim. Eu fiquei sete dias internada no hospital. Um site vazou também, uma pessoa do hospital contou. Eu fiquei muito traumatizada. Nunca mais nem fui nesse hospital que vazou, e nem vou. É muita invasão de privacidade, não consigo entender”, desabafou ela.

Anúncio