DJ Ivis perde contrato com gravadora e parte de músicas são removidas das plataformas digitais

Após a ex compartilhar vídeos de agressões por parte do DJ, artistas quebraram contratos e músicas foram removidas de várias plataformas digitais

São Paulo – Após Pamella Gomes Holanda, ex-mulher de DJ Ivis, compartilhar, nas redes sociais, vídeos que mostram ela sendo agredida por Ivis, com tapas, socos e chutes, o DJ perdeu contratos, foi preso e indiciado por lesão corporal, ameaça e injúria no âmbito da violência doméstica.

DJ Ivis perde contrato com gravadora e parte de músicas são removidas das plataformas digitais. (Foto: Reprodução)

No mesmo dia em que os vídeos foram divulgados por Pamela, Xand Avião anunciou que o DJ não continuaria na Vybbe, empresa da qual ele é dono e até então gerenciava a carreira de Ivis.

“É uma coisa muito séria. Não admito nem compactuo com nenhum tipo de violência, ainda mais contra uma mulher. Nada explica. […] Estou muito triste pois todo mundo sabe da minha ligação com o DJ, mas nada justifica violência, ainda mais contra uma mulher. Como todo mundo sabe, o DJ faz parte da Vybbe, mas infelizmente não tem como ele continuar na nossa empresa”, disse Xand.

De acordo com a UOL, na mesma semana, a Som Livre decidiu suspender os lançamentos com participação do DJ Ivis e retirar as faixas das plataformas de vídeo e de música. A Sony Music, por sua vez, encerrou o contrato com o artista.

Anúncio