Família de Aaron Carter decide cremar corpo do cantor e deixar cinzas com a irmã gêmea dele

O artista, de 34 anos, foi encontrado morto na banheira de sua casa em Lancaster, Califórnia, no dia 5 de novembro

Estados Unidos – A família de Aaron Carter decidiu cremar o corpo do cantor em uma cerimônia íntima e restrita às pessoas mais próximas do artista. No atestado de óbito, ao qual o site americano TMZ teve acesso, consta que as cinzas do músico ficarão com a irmã gêmea dele, Angel Carter.

Causa da morte de Aaron Carter ainda não foi revelada. (Foto> Reprodução / Instagram /@aaroncarter)

De acordo com o site, não há novas informações sobre a causa da morte de Aaron, que tinha 34 anos, enfrentava um quadro depressivo e lutava contra a dependência de drogas.

Aaron foi encontrado morto em uma banheira de sua casa em Lancaster, Califórnia, no dia 5 de novembro. Fontes disseram ao TMZ que foram encontradas várias latas de ar comprimido e medicamentos prescritos no quarto do artista.

Anúncio