Família de Tom Veiga, o Louro José, nega ter pedido exumação do corpo

Ex-mulher Alessandra, os filhos e os irmãos desconhecem suspeita de envenenamento como suposta causa de morte do artista

A família de Tom Veiga, o intérprete do personagem Louro José, negou nesta terça-feira (6) que exista qualquer interesse em pedir a exumação do corpo do ator. Segundo apuração do Portal R7, a ex-mulher Alessandra Veiga, os filhos e os irmãos do artista desconhecem a informação.

Mais cedo, o colunista Leo Dias afirmou, de acordo com “pessoas próximas a Tom”, que a família estaria suspeitando que o verdadeiro motivo da morte dele, em novembro de 2020, pudesse ser por envenenamento.

Tom foi encontrado morto na casa dele, no Rio, na tarde do dia 1º de novembro de 2020 (Foto: Reprodução / Instagram)

Em reportagem do jornal Extra, veiculada na manhã desta terça-feira (06), a publicação confirma que o artista teria pedido a um amigo, três dias antes de morrer, que fosse com ele até um cartório para que pudesse realizar uma alteração no testamento.

De acordo com o veículo, o intérprete teria manifestado o interesse em retirar o nome da então ex-mulher, Cybelle Hemínio da Costa Veiga, do documento. O conteúdo descrito seria de todos os áudios trocados entre o artista e o suposto amigo nos dias 29 e 30 de outubro de 2020.

Morte de Tom Veiga

Tom Veiga, de 46 anos, foi encontrado morto na casa dele, no Rio de Janeiro, na tarde do dia 1º de novembro de 2020. À época, conforme apontou um laudo do IML (Instituto Médico Legal), a causa do óbito foi um AVC (acidente vascular cerebral).

André Marques, que era amigo pessoal do artista, foi o primeiro a chegar no imóvel e constatar a morte do ator. Horas após deixar o local, o apresentador usou as redes sociais para publicar uma homenagem em que relembrou momentos com o intérpreta e detalhes de quando chegou na casa.

“Quantas risadas e rangos maravilhosos. Hoje, indo pro aeroporto, recebo uma ligação de uma amiga nossa perguntando por você que não atendia o telefone. Dei meia volta, fui até sua casa. Fui o primeiro a chegar. E você estava no céu, voando já”, disse Marques.

Anúncio