Filhas de Gugu Liberato acusam tia de manipulação e mentiras; veja vídeo

Filhas de Gugu contaram sobre o processo de união estável da mãe e revelaram que a tia negou a compra de um carro modelo Porsche

São Paulo – As gêmeas Marina e Sofia, filhas do apresentador Gugu Liberato, que morreu em um acidente doméstico em 2019, falaram sobre o processo de reconhecimento da união estável da mãe, Rose Miriam, e o apresentador. Segundo o colunista Léo Dias, do Metrópoles, as irmãs acusam a tia Aparecida Liberato de manipulação e mentiras.

No vídeo publicado no canal “Metrópoles”, as irmãs contam que começaram a desconfiar da tia há muito tempo porque achavam estranho o jeito que Aparecida tratava elas. Sofia revelou sobre a vez que quis comprar um carro modelo Porsche e teve o pedido negado pela tia. “Ela (Aparecida Liberado) falou que a promotora disse que eu não podia ter (um Porsche) porque era um carro de luxo para uma criança de 17 anos. Achei isso muito estranho, mas procurei um carro mais barato. Peguei um pela metade do preço e realmente não fiquei feliz”, disse.

(Sofia e Marina Liberato com Gugu Liberato, que morreu em um acidente doméstico em 2019 (Foto: Reprodução / Instagram)

A gêmeas também aproveitaram o desabafo para contar sobre o processo da união estável da Mãe com Gugu. “Minha tia e os advogados dizem que minha mãe não tinha união estável com meu pai, mas eles tinham sim, nós éramos uma família e só quem sabe a verdade somos nós, eu não sei porque eles não reconhecem minha mãe como companheira do meu pai, porque eu reconheço”, afirmou Sofia.

“Antes eles queriam conversar comigo, mas quando eu discordei deles, não quiseram mais. Eles falaram que nunca vão aceitar que minha mãe era a companheira do meu pai e que era para gente não se meter em nada”, completou Marina.

Controle do dinheiro

Sofia e Marina contaram que após a morte do pai elas não puderam escolher o próprio advogado para representá-las. Segundo Sofia, no vídeo publicado pelo Metrópoles, as gêmeas pedem um aumento no valor da pensão de 500 dólares por mês. As duas vivem nos Estados Unidos. “A gente já achou que estava ganhando pouco porque é um absurdo a nossa avó ganhar 163 mil reas e a gente só US$ 500”, explica Sofia.

União estável

As herdeiras de Gugu Liberato revelaram que se reuniram com a família e seu representante e afirmaram que mãe abriria mão da herança para ter o documento que reconhece o relacionamento com o apresentador.

“Falei que o mais importante para a minha mãe era a união estável e não o dinheiro e que por isso ela abrirá mão do que tem dinheiro, que acho que é 50% (da herança). Eles começaram a falar que não iam reconhecer porque ela não tinha união estavel. Ela tem sim”, relembra Marina.

“Disseram que ela era só barriga de aluguel. Isso não é verdade. Minha tia disse que nós éramos infantas e desesperadas. Muitos adjetivos negativos”, pontua Sofia.

Marina e Sofia explicaram que se a mãe Rose Miriam for reconhecida como “união estável” de Gugu, o patrimônio estará protegido e será bom para todos os filhos. Além das gêmeas, Gugu também é pai de João Augusto Liberato.

Reações na internet

O trecho do vídeo onde Sofia aparece falando sobre a tia ter negado a compra de um Porsche viralizou nas redes socias e os internautas reagiram com memes e criticaram a fala das herdeiras de Gugu.

Veja vídeo:

Anúncio