Gio Ewbank e Gagliasso publicam carta aberta após racismo com filhos: ‘dói na alma’

A modelo e o ator disseram que estão cuidando dos filhos e tomando todas as providências possíveis

São Paulo – Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso se pronunciaram por meio do Instagram nesta segunda-feira (1º) sobre o caso de racismo sofrido em Portugal pelos filhos Titi e Bless. Eles agradeceram a todos que mandaram mensagens e apoiaram a família nos últimos dias.

(Foto: Reprodução/Instagram @gioewbank)

A modelo e o ator disseram que estão cuidando dos filhos e tomando todas as providências possíveis.

“Somos conscientes de todos os nossos privilégios e sabemos (sabemos mesmo) que apenas por sermos brancos tivemos tamanha comoção”.

Eles também lembraram que famílias pretas gritam todos os dias diante de crimes e violências, verbais ou físicas, mas muitas vezes se silenciam porque sabem que os gritos não são ouvidos como os deles.

Além disso, eles disseram que agora estão com os filhos do lado, dando-lhes todo o amor que podem dar, para que fiquem fortes perante o que viram e ouviram: “Pedimos respeito a este momento, pois o que gente ouviu dói na alma, mais que um soco. E dói em nossos filhos e em muita gente que vive isso o tempo inteiro, em todo o mundo”.

“Seguiremos, serenos, com amor. E caminharemos deste nosso lugar de privilégio nos comprometendo a seguir combatendo ativamente na luta antirracista pois, mais uma vez: racismo é crime”, completaram.

Veja publicação:

Anúncio