Giovanna Ewbank chora ao revelar síndrome do filho e diz sentir ‘culpa absurda’

Giovanna Ewbank falou sobre a descoberta de um diagnóstico do filho, Bless de 8 anos

São Paulo – Giovanna Ewbank se emocionou ao falar sobre a descoberta de um diagnóstico do filho, Bless, 8. Em um podcast no qual é apresentadora ao lado de Fernanda Paes Leme, a atriz revelou que o menino tem uma síndrome sensorial – que afeta a audição, olfato e tato.

Giovanna Ewbank falou sobre a descoberta de um diagnóstico do filho, Bless de 8 anos  (Foto: Reprodução – Youtube e Instagram)

“Durante a pandemia, o Bless começou a ficar muito aéreo, [fazendo] algumas coisas que eu achava um pouco estranhas. Comecei a achar que ele poderia ter um grau de autismo, até que uma médica em São Paulo o diagnosticou com uma síndrome sensorial. Ele ouve mais do que nós todos, ele sente mais, sente mais cheiro”, começou Giovanna.

Além de Bless, Giovanna, que é esposa do também ator Bruno Gagliasso, com quem tem mais dois filhos, Titi, 9, e Zyan, 2, explicou mais sobre certos contextos que pareciam normais e o filho demonstrava um comportamento estranho:

“Diversas vezes ele passava, por exemplo, pela cozinha, e falava: ‘Ai, que cheiro forte!’. E eu falava: ‘Bless, para com isso. É frescura, filho! É o cheiro da cebola’. Quando ele pisava na grama e falava: ‘Me tira daqui!’. E eu falava: ‘Filho, para de frescura, é só grama’. Queria muito colo, não gostava de ir para o meio do mato, onde a gente vai muito, porque o barulho das moscas incomodava ele”, relatou a apresentadora. “Quando eu tive o diagnóstico, foi uma culpa absurda”, acrescentou.

Ao final do tema, a apresentadora ainda fez um alerta para que as pessoas prestem mais atenção nas crianças. “A gente teve que entender, observar, se adaptar. E hoje, o Bless vive com essa síndrome sensorial muito bem. Mas foi preciso o meu olhar, o olhar do Bruno [Gagliasso], o olhar de vários médicos para que a gente entendesse a condição do Bless. Eu poderia pensar que era frescura pelo resto da vida”, desabafou.

A Transtorno do Processamento Sensorial (TPS) é também muito comum em crianças com Síndrome de Asperger. Segundo explicou a atriz e apresentadora no podcast, o filho sente aumentados os estímulos visuais, sonoros e de paladar e tato.

Veja a entrevista:

Anúncio