Influenciador digital Felipe Neto é vítima de ameaças e fake news

O influenciador digital tem sido vítima de acusações falsas, ameaças nas redes sociais e na porta do condomínio onde mora, no Rio de Janeiro, feitas por seguidores do presidente Jair Bolsonaro

Rio de Janeiro – Felipe Neto estava em casa quando um carro de som parou na entrada do condomínio onde ele mora, no Rio de Janeiro. No microfone, um homem que se identifica nas redes sociais como Cavallieri, o guerreiro de Bolsonaro, ameaçava o influenciador digital.

O vídeo circulou nas redes sociais nesta quinta-feira (30), assim como uma ilustração em que Cavallieri aparece segurando um fuzil ao lado de crianças assustadas e um outro vídeo em que faz ameaças ao influencer. “É, Felipe Neto. A gente vai se encontrar em breve. Eu quero ver se ‘tu’ é macho. Eu quero ver ‘tu’ tirar onda comigo. Teus seguranças não me intimidam não, irmão, que aqui também o bonde é pesado”, diz o guerreiro de Bolsonaro.

(Foto: Reprodução)

Ainda nesta quinta, Felipe falou das agressões na frente da casa dele. “Virem atrás de mim, dentro da minha casa, é um nível de perseguição que eu não imaginei que aconteceria. Sabe aquele vilão de novela, que você fala assim: não existe na vida real? Mas existe. Ele está aí, ele acontece. E eu estou vendo agora na prática até onde as pessoas são capazes de ir”, afirmou.

Há duas semanas, o jornal americano “The New York Times” publicou um vídeo de Felipe que teve grande repercussão. Em inglês, ele diz que Jair Bolsonaro é o pior líder mundial no combate contra a Covid.

A partir daí, Felipe passou a ser vítima de uma campanha de destruição nas redes sociais que, na tarde desta quarta, deixou de ser virtual. “Pilantra, pilantra, pilantra. Para mim é um pedófilo disfarçado de apresentador de crianças”, acusou Cavallieri ao microfone na porta do condomínio do influenciador.