Influenciadoras vão processar cantor Bruno: ‘piada de total mau gosto’

O cantor sertanejo publicou, sem a autorização das moças, uma foto delas de biquíni e tirou a imagem do contexto original

São Paulo – As influenciadoras Luana Targino e Thaliane Pereira vão entrar com as medidas legais cabíveis contra o cantor Bruno, da dupla com Marrone. O cantor sertanejo publicou, sem a autorização das moças, uma foto delas de biquíni e tirou a imagem do contexto original. “Tilaska, tilápia e tikebra”, diz a publicação do artista.

(Foto: Reprodução/Instagram)

Em entrevista ao Balanço Geral, Gabriella Garcia, advogada das influenciadoras, disse que a publicação de Bruno foi feita sem autorização e com “uma conotação totalmente vexatória e misógina”. Ela também disse que as clientes entrarão na Justiça.

“O cantor fez uma piada de total mau gosto, expôs em suas redes sociais, sem se atentar ao fato de que ele possui responsabilidade sobre o que ele posta nas suas redes, ainda mais para mais de 3 milhões de pessoas”, disse a advogada.

“Essa imagem foi tirada totalmente de conotação, e o cantor fez um ‘meme’ colocando as meninas em uma situação de que qualquer homem que se envolvesse com elas, elas iriam ‘lascar’ e ‘quebrar’. Uma conotação totalmente pejorativa. As pessoas ainda acham que internet é uma terra sem lei, mas não é. As pessoas têm que ter responsabilidade sobre o que elas postam nas redes. Iremos tomar todas as providências, não porque queremos uma indenização, queremos valor. Não, porque queremos respeito”, completou Garcia.

Ainda na entrevista ao Balanço Geral, a assessoria de Bruno disse que não vai comentar o ocorrido. A equipe do sertanejo explicou que ele apenas repostou a imagem e que a publicação já foi deletada das redes sociais do artista.

Anúncio