Karoline Lima comemora passaporte da filha: ‘Motivo para não ter voltado ao Brasil’

Em meio as polêmicas com Éder Militão, Karoline Lima já planeja voltar para o Brasil com a filha dos dois

Espanha – Karoline Lima já planeja oficialmente a volta para o Brasil. A influenciadora digital se mudou para a Espanha por conta do trabalho do ex-namorado, Éder Militão, que joga no Real Madrid. Após o término da relação, ela ainda não tinha voltado ao país porque estava esperando que os documentos espanhóis da filha, Cecília, fossem emitidos, o que aconteceu nesta sexta-feira (21).

(Foto: Reprodução – Instagram @karolinel)

“Tenho uma super notícia para dar para vocês, uma super. Cecilhota recebeu o passaporte”, comemorou Karoline no Stories. A filha da influenciadora e do jogador nasceu no começo de julho, e os documentos dela demoraram mais de três meses para ser emitidos.

“A gente está muito feliz. Tem muito tempo que a gente estava esperando sair essa documentação dela, era o único motivo para a gente ainda não ter voltado para o Brasil. Graças a Deus, saiu”, disse a mãe da menina.

Depois de ter pegado o documento da filha, Karol contou que deixou Cecília com Militão para poder planejar a volta para o Brasil. Ela falou que vai comprar malas para organizar os pertences e começar a programar a mudança.

Ao R7, a advogada de Karoline Lima disse que a mudança da influenciadora para o Brasil foi um acordo entre ela e Éder Militão, pois no país ela terá mais ajuda para cuidar da filha. Essa decisão, porém, foi tomada antes que o jogador de futebol movesse dois processos contra a ex-namorada — um em que pede indenização de R$ 45 mil por danos morais e outro em que alega que só pode pagar R$ 6.000 de pensão por mês.

Anúncio