Luva de Pedreiro e ex-empresário passam por audiência nesta terça-feira

As duas parte já tentaram entrar em um acordo sem necessidade de audiência, mas sem sucesso

Rio de Janeiro – Iran de Santana Alves, o Luva de Pedreiro e seu ex-empresário Allan Jesus estão em uma briga judicial que terá mais um capítulo nesta terça-feira (26). A juíza Flávia Viveiro de Castro, da 2ª Vara Cível da Barra, no Rio de Janeiro, vai comandar uma audiência de conciliação, às 14h, para uma tentativa de acordo.

(Foto: Reprodução Instagram @luvadepedreiro @allanjesus)

A briga envolve o contrato firmado entre os dois, que além da multa rescisória unilateral de R$5,2 milhões que Iran tem que pagar em caso de descumprimento, há ainda a obrigatoriedade de que o influenciador cumpra todos os acordos fechados pelo ex-agente com terceiros, mesmo após o fim da parceria antes do prazo de quatro anos estabelecido. Neste contrato, Luva de Pedreiro dá poderes ao empresário de representá-lo “em toda e qualquer negociação publicitária”, fazendo com que o influencer não pudesse firmar parcerias independentes sem o aval do seu ex agente. As duas parte já tentaram entrar em um acordo sem necessidade de audiência, mas sem sucesso. Agora, eles tentam acordo na justiça.

Allan Jesus pede R$ 20 milhões na Justiça para encerrar o acordo com o influenciador, que agora é agenciado pelo ex-jogador de futsal Falcão. O valor é superior ao da multa rescisória estabelecida no contrato assinado em 25 de fevereiro que é de R$ 5,2 milhões.

A juíza Flávia Viveiro de Castro, em sua última decisão, conforme publicamos aqui, determinou o cumprimento dos contratos firmados com os autores até o dia 24 de junho desse ano (cláusula 19ª do Contrato de Representação), sob pena de multa diária de R$10 mil.

Anúncio