Mãe de Ludmilla fala sobre treta de racismo: ‘Querem abafar a voz dela’

Ludmilla afirma que foi chamada de “macaca” por um deputado, apontado pela web como o irmão de Bruno Gagliasso

Rio de Janeiro- Silvana Oliveira, mãe da cantora Ludmilla, defendeu a filha após a polêmica de racismo envolvendo a cantora e Thiago Gagliasso. Ludmilla afirma que foi chamada de “macaca” por um deputado, apontado pela web como o irmão de Bruno Gagliasso. As informações são do site metrópoles.

(Foto: Reprodução/ Instagram)

“A Ludmilla tem voz, mas estão sempre querendo abafar tudo que ela fala. Esses ataques são tristes. A minha dor nunca vai ser a dor do outro. Minha filha está sempre surpreendendo, criando coisas lindas, conquistando o público, e acho que é isso que incomoda o outro. Ver a Lud crescendo incomoda, mas vão ter que aceitar”, disse, em entrevista a Lucas Pasin.

A mãe da cantora comentou sobre o processo de Thiago Gagliasso, aberto nessa quinta-feira (23), contra a artista. “Não sei porquê ele se doeu tanto. A Ludmilla não citou o nome de ninguém ao fazer o vídeo. Ela só relatou um episódio que aconteceu para explicar sobre um político racista”, disse.

Silvana Oliveira citou ainda sobre a proteção que tem sobre os filhos. “Não protejo só ela, mas sim todos os meus filhos. Tenho essa mania de ser uma mãe leoa. As coisas me magoam e eu explodo. Vou a qualquer lugar para protegê-los”, completou.

Sobre o caso:

A cantora Ludmilla disse nesta quinta-feira (23),  que vai receber a Medalha Tiradentes, uma honraria concedida pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) e afirmou que Thiago Gagliasso queria vetar a premiação por ser um “racista barra pesada”.

“A gente estava na casa de uma das pessoas mais famosas desse país. E eu estava acompanhada de um cara. Daí ele conheceu esse cara. Ele chegou nesse cara, na minha frente, e falou: ‘Pô, tanta mina gata na festa e você está com essa macaca?’”, relatou a cantora.

“A gente olhou pra cara dele e começou a discutir. E aí já veio um monte de gente pedindo calma, dizendo que ele é assim mesmo, que às vezes passa dos limites. Eu falei que nesse tipo de situação não tem calma. Eu estava meio que sozinha com esse cara, que acabou me defendendo. Não estava com a minha família, com meus amigos, então eu fiquei muito mal”, completou.

Pouco antes da comemoração da artista, Thiago postou: “A polêmica ‘Medalha Tiradentes’, a honraria maior do Estado do Rio de Janeiro, foi concedida a cantora Ludmilla, se você votar contrário a isso, querem te tirar para racista, para tudo que você imaginar.”

“Tenho diversos amigos no funk, no pagode, no samba, negros, brancos de todas as cores que merecem ganhar, a diferença é que eles certamente sabem cantar o hino, o que deveria ser o básico para ser concebida qualquer honraria do seu Estado”, enfatizou.

Anúncio