Marido de Ivete Sangalo pede desculpas por dizer que cozinheira transmitiu Covid

Criticado por internautas, o nutricionista se posicionou neste sábado (10)

Brasília – O nutricionista Daniel Cady, marido de Ivete Sangalo, publicou um vídeo no Instagram, na tarde deste sábado (10), para pedir desculpas por ter dito que a cozinheira da família foi quem transmitiu o novo coronavírus para ele, a mulher e o filho. O comentário foi feito dias atrás durante uma “live” com a atriz Regina Casé.

Na ocasião, ele propôs conhecer o sítio da artista, ao que ela respondeu: “tem que ficar cinco dias trancado aí, [fazer] teste e vem”. Daniel, então, relatou que já tinha sido infectado pelo vírus, assim como Ivete e o primogênito Marcelo. Por isso, ele estaria “meio vacinado”.

(Foto: Reprodução/Instagram)

A frase desconsidera casos de reinfecção e dá a falsa sensação de que a pessoa estaria protegida após já ter sido contaminada. Embora tenha dito que está com “cuidado redobrado”, ele afirmou que todos estão “mais tranquilos para poder ir a algum lugar”.

Médicos e organizações de saúde, como o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde, recomendam que a população continue com o distanciamento e isolamento social, lavando as mãos com frequência e usando máscara facial mesmo após a infecção. As medidas são orientadas, inclusive, para quem já tomou uma ou duas doses da vacina.

Em seguida, Cady afirmou que “a covid chegou por uma funcionária, pela cozinheira”. “O que a gente pôde fazer, a gente fez, mas esse lance de o funcionário passar uma semana aqui e folgar, enfim, ela acabou trazendo para cá”, completou.

Criticado por internautas, o nutricionista se posicionou neste sábado (10). “Minhas desculpas vão para Regina Casé, que teve o nome envolvido por conta da live que a gente fez juntos; queria pedir desculpas também para a minha cozinheira, que é uma pessoa muito querida – acabei de falar com ela aqui, pedi desculpas para ela pessoalmente também – e ela estava muito abalada porque, infelizmente, já estão cancelando ela no bairro onde ela mora, que sabe que ela trabalha aqui com a gente há muitos anos, e as pessoas estão criticando ela, julgando ela, e eu jamais imaginei que isso fosse acontecer e estou vindo aqui para poder esclarecer essa história”, disse Daniel no vídeo.

Ele explicou que, durante a “live”, algumas pessoas perguntaram, nos comentários, como eles haviam contraído o vírus. “A minha falha de comunicação começou aí”, disse, referindo à colocação sobre a cozinheira. “Meu grande erro foi ter falado isso. De forma alguma eu quis julgar ela, culpar ela, atribuir a ela essa culpa, não foi essa a minha intenção.”

Cady reconheceu que não poderia ter afirmado que a transmissão ocorreu por meio da cozinheira, mas disse que “deveria ter falado que achava que veio dela”. Ele justificou que a funcionária foi a primeira a manifestar sintomas de gripe. “A gente, de imediato, fez todo o processo de pagar uma consulta para ela, fazer os exames dela, de comprar todas as medicações, fazer todo o tratamento que foi orientado para ela fazer”, afirmou.

Sobre a afirmação de estar “meio vacinado”, o nutricionista disse que se “referia à janela imunológica que ocorre quando você contrai um vírus”. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), janela imunológica é o período de tempo que o corpo demora para produzir anticorpos após o contato com o novo coronavírus, que em média é de 7 a 10 dias.

Anúncio