Pastor nega acusações de assédio sexual em vídeo de Wesley Safadão

No vídeo, que foi apagado por Wesley Safadão, o pastor aparece atrás de uma menina, abraça ela e logo em seguida puxa a camisa para baixo após a criança se afastar

São Paulo – O pastor André Vitor se pronunciou após acusações de assédio contra uma criança em uma festa na qual estava o cantor Wesley Safadão. O vídeo da festa viralizou nesta segunda-feira (26) após ser publicado por Safadão nas redes sociais. Em outro vídeo, o pastor nega que teria importunado a criança e conta com o apoio dos pais da menina.

“Que loucura eu ter que vir aqui fazer um vídeo como esse, mas vamos lá. Hoje eu acordei com uma notícia revoltante, absurda, indigna, que me embrulhou o estômago e fez com que quase eu vomitasse na tela diante das inverdades descabidas que eu li. Pegaram um vídeo totalmente fora de contexto, onde nós estávamos tendo um final de semana precioso, com amigos mais chegados que irmãos, e uma quase sobrinha minha, que é filha dos meus amigos que inclusive estão aqui comigo, agora”, disse o pastor André durante o pronunciamento.

Pastor André Vitor é amigo há anos da família de Wesley Safadão (Foto: Reprodução / Instagram)

No vídeo, que foi apagado do Instagram de Wesley Safadão, o pastor André aparece atrás de uma menina, abraça ela  e logo em seguida puxa a camisa para baixo após a criança se afastar dele. Para alguns internautas, a postura do pastor foi taxada como assédio sexual e outras pessoas comentaram que o religioso teria baixado a camisa para esconder um momento de excitação após abraçar a criança.

O pastor, que acompanha a família de Safadão há anos, continuou dizendo que a atitude de baixar a camisa é devido estar acima do peso sendo uma mania dele. Segundo André Vitor, o fato da criança ter se afastado dele não era por desconforto e sim por “euforia durante uma brincadeira”.

“Eu puxo a camisa porque eu travo uma luta contra a balança e em muitos momentos me sinto desconfortável com o meu peso. […] Puxo a camisa pela questão do peso, não pela maldade que só os maldosos, que tem o demônio nos olhos, viram”, afirmou.

Os pais da criança do vídeo publicado pelo cantor também negaram a possibilidade de abuso e se disseram tristes com a exposição da filha. “Eu acho isso um absurdo, acho isso inaceitável, porque o André é de dentro da nossa casa, ele é nosso irmão. Toda essa situação que ocorreu no vídeo, nós estávamos lá, nós estávamos perto. Estávamos brincando e pessoas maldosas tiram coisas de onde não existe”, disse a mãe da menina.

O pastor André Vitor finalizou o vídeo afirmando que pretende entrar na Justiça contra as acusações que surgiram após o vídeo viralizar. Nos comentários da postagem, André recebeu apoio de alguns famosos como Wesley Safadão, Thyane Dantas, Simone Mendes, Solange Almeida e também de outros internautas.

Veja vídeo

Anúncio