Polícia intima Nego do Borel a depor sobre tentativa de estupro

Funkeiro terá que prestar esclarecimentos sobre seu comportamento com Dayane Mello em A Fazenda 13

São Paulo – O cantor  Nego do Borel deve esclarecer, à Polícia Civil de São Paulo, as acusações de tentativa de estupro durante confinamento no reality A Fazenda 13, de onde foi expulso no domingo (26), acusado de abusar sexualmente da modelo Dayane Mello.

Polícia intima Nego do Borel a depor sobre tentativa de estupro. (Foto: Reprodução)

“O caso é investigado por meio de inquérito policial instaurado pela Delegacia de Itapecerica da Serra. A unidade analisa as imagens dos fatos e realizará a oitiva do suspeito. Outros detalhes serão preservados a fim de garantir a autonomia do trabalho policial”, disse a assessoria de imprensa em nota.

Após deixar o reality, Borel retornou ao Rio de Janeiro, onde mora, e já está sob os cuidados da mãe, Roseli Viana, que defende o filho sobre as acusações que o fizeram sair forçado da competição.

Entenda o caso

A polêmica envolvendo o cantor e a modelo começou após a festa Glow in The Dark, de sexta-feira (24). Os dois deitaram na mesma cama após a festa e, alcoolizados,  ainda ouve várias tentativas por parte dos outros confinados a tirar ela da cama do Nego.

Vídeo compartilhados na internet, mostrou o cantor resistente à ideia. No fim, eles dormiram juntos e até agitaram os edredons, mas supostas falas da modelo pedindo que Borel parasse a atividade sexual caíram nas redes, gerando grande repercussão na web.

No Twitter, fãs de Dayane subiram a tag “Estupro na Fazenda”, deixando-a entre os assuntos mais comentados do dia. Durante a parte da tarde, a equipe da modelo se posicionou, a emissora se manifestou e a apresentadora Adriane Galisteu falou sobre o assunto. Após pressão do público e de anunciantes, durante exibição da edição de sábado (25), a direção do reality comunicou que Nego do Borel estava desclassificado e foi informado após entrada no closet.

Anúncio