Taylor Hawkins usou antidepressivos, opioides e maconha, diz relatório

Comunicado com resultados preliminares não informou, porém, se foram as substâncias a causa da morte de Taylor Hawkins

Bogotá – O baterista da banda Foo Fighters, Taylor Hawkins, encontrado morto em um hotel de Bogotá (COL), na sexta-feira (25), consumiu dez substância antes de falecer, entre elas maconha, antidepressivos, opioides e benzodiacepinas, segundo a AFP.

O baterista da banda Foo Fighters, Taylor Hawkins, encontrado morto em um hotel de Bogotá (COL), na sexta-feira (25) (Foto: Reprodução / Instagram)

O resultado preliminar foi informado em um comunicado do Ministério Público colombiano, divulgado neste sábado.

A nota, porém, não deixa claro que foram as substâncias usadas por Hawkins foram a causa da morte do músico, que se apresentaria amanhã no Lollapalooza Brasil, em São Paulo (SP).

De acordo com o jornal El Tiempo, ainda haverá mais exames médicos para definir de fato quais foram os motivos do falecimento do baterista.

Em suas redes sociais, a secretaria de saúde da capital colombiana divulgou um comunicado a respeito do óbito:

O Centro de Controle de Emergências e Urgências da cidade recebeu uma notificação sobre um paciente com dor no peito em um hotel no norte da cidade. 

Uma ambulância foi enviada para atender o caso. Mas, na chegada das equipes da Secretaria de Saúde, havia uma ambulância da empresa [privada] EMI. A profissional de saúde que atendeu a emergência realizou as respectivas manobras de reanimação; mas não houve resposta, e o paciente foi declarado morto. As autoridades encarregadas realizaram o levantamento do cadáver e adiantaram os inquéritos requeridos a esses tipos de caso.

A Secretaria Distrital de Saúde lamenta o falecimento deste talentoso músico e baterista, amplamente reconhecido a nível internacional por sua obra. Ademais, a entidade envia sua mensagem de condolência à família, companheiros e seguidores.

Anúncio