VÍDEO: Gretchen rebate críticas sobre intervenções: ‘Eu posso tudo aos 64 anos’

A cantora fez uma live de 20 minutos, disse que está envelhecendo do jeito que ela quer e só pretende agradar a si mesma

Portugal – Gretchen, 64, rebateu, na noite deste domingo (1º), para as críticas etaristas que recebe nas redes sociais por realizar procedimentos estéticos e usar algumas roupas socialmente consideradas inadequadas para uma mulher da idade dela. Em uma live de 20 minutos, a cantora afirmou que pode “tudo” o que quiser e só tem que agradar a si mesma.

(Foto: Reprodução Instagram)

A artista começou o vídeo usando apenas calcinha e sutiã. Depois, se vestiu na frente dos internautas com um look composto de cropped, minissaia e botas pretas. “Eu fiquei pensando no que eu posso e no que eu não posso com 64 anos. Vamos à reflexão: eu posso tudo”, disse ela, que fez a gravação no quarto da casa onde mora com o marido, Esdras de Souza, em Portugal.

Gretchen seguiu citando as permissões e proibições que as mulheres sofrem em diferentes fases da vida. “Na minha época, só com 21 anos que a mulher ficava maior de idade. Com 21 anos, a gente pode tudo, mas tem que responder por todas as nossas atitudes, boas ou ruins. Aí, você vai vivendo a vida. Com 30 anos, todo mundo diz ‘e agora?’. E agora nada. A gente, normalmente, já se formou, já tem um trabalho, algumas já têm filhos, como eu, no caso”, ponderou.

“Quando a gente faz 40, entra nos ‘enta’ e é assim até o final da vida. E, aí, eu fico perguntando, mais uma vez: o que eu posso e o que eu não posso? Gente, eu posso tudo. Porque eu não dependo de ninguém para sobreviver. Estudei e fiz a minha faculdade. Eu falo três idiomas. Criei todos os meus filhos e agora estou sendo avó”, refletiu.

Intervenções estéticas e treino pesado

Em seguida, ela entrou em um tema que lhe causam inúmeras críticas: a realização de procedimentos estéticos. “Quando eu me olho no espelho, gosto de me ver assim. ‘Nossa, mas você mudou tanto'”, disse, citando um dos comentários que costuma ler na internet. “Se não fosse para mudar, eu não teria feito uma harmonização. Teria ficado com aquela cara que eu tinha antes. Eu queria, realmente, mudar várias coisas no meu corpo e no meu rosto”, rebateu.

A cantora ainda destacou que tem consciência sobre seu processo de envelhecimento e está passando por essa experiência de maneira saudável e esteticamente satisfatória para ela.

“Eu estou envelhecendo com saúde e com uma beleza física agradável para mim, quer vocês gostem ou não”, enfatizou. A eterna rainha do rebolado reconheceu que as plásticas contribuíram para a atual aparência dela, mas estão aliadas a uma rotina ‘pesada’ de exercícios físicos.

“A plástica me ajudou, corrigiu algumas coisas que o treino não corrige. ‘Ah, mas ela não tem cintura’. Não tenho mesmo, porque eu treino muito e meu abdome é muito duro”, disse, enquanto dava soquinhos na própria barriga. “Eu tenho muitos músculos e adoro ser assim”, completou.

Uso de cropped: uma escolha por amor e por ‘calor’

Gretchen também citou alguns comentários maldosos que recebe por optar por certos tipos de roupas. “Gente, quem tem que decidir o tipo de roupa que eu uso sou eu. Eu adoro usar cropped, mas também faço isso porque sinto muito calor na barriga”, contou.

A cantora explicou que a decisão de fazer a live de calcinha e sutiã, para se trocar na frente dos seguidores, a fim de mostrar o look escolhido para a noite de ontem e aconselhou outras mulheres a fazerem tudo o que quiserem.

“Você, que está aí, pode tudo. ‘Ah, mas eu sou fora do padrão’ E daí? ‘Ah, mas eu estou fora do peso’. Não importa. Se você está feliz assim, se enfeite, vai para a rua, vai dançar, vai dar risada. Curta a vida. O tempo está passando”, concluiu.

Anúncio