VÍDEO: MC Magrinho é agredido após ofender facção criminosa em baile funk

Na última semana, o funkeiro já havia sido detido sob a suspeita de agredir a namorada em um motel

São Paulo – Circula nas redes sociais um vídeo de Kaique Monteiro de Almeida, conhecido como MC Magrinho, com diversos ferimentos pelo corpo após apanhar em um baile funk. A agressão aconteceu na madrugada da última segunda-feira (31), em São Paulo, após o funkeiro provocar membros de uma facção criminosa. A mãe do cantor fez um apelo nas redes sociais pedindo por ajuda para interná-lo em uma clínica de reabilitação.

blank

(Foto: Reprodução / Redes Sociais)

Durante um show em uma casa noturna, o cantor ofendeu os integrantes do grupo criminoso e incitou uma confusão no local. MC Lecão, que é amigo de Magrinho, se pronunciou nas redes sociais. Ele disse não ser conivente com as atitudes do amigo e lamentou o ocorrido. Lecão ainda mandou um recado para Magrinho e o aconselhou a procurar ajuda antes que se envolva em uma situação ainda mais complicada.

“Para mim, foi uma tristeza ver a cara do menor estampada em várias páginas, toda machucada, poderia ter acontecido o pior.  Acordei com um monte de gente que estava no baile mandando vídeo dele apanhando”, disse Lecão.

O funkeiro confirmou que as agressões aconteceram após Magrinho brigar com os integrantes da facção. “Sei que chegou uns manos para conversar com ele. Ele chamou os manos de “bunda lelê”. Aí vagabundo já engazopado na cachaça já foi para cima dele”, contou.

Outro vídeo que circula pela internet é da mãe do funkeiro pedindo por ajuda. Ela diz que o filho não está mais no hotel onde estava hospedado e fala não saber mais do paradeiro dele. A mãe do MC também conta que tentou enviar uma van para buscá-lo após a agressão e levá-lo a uma clínica de reabilitação, mas que ele se recusou ser internado.

“Estou aqui pedindo ajuda encarecidamente por causa do meu filho. Já teve confusão na madrugada de ontem. Ele é dependente químico, está em um ponto que a gente não sabe mais o que fazer. Madei um resgate ontem para poder vir para o Rio e internar. As pessoas que estão por trás ganhando dinheiro convenceram ele a não vir”, contou.

“Ele já está maluco. Quando não usa as coisas, já está doido. Está com a cara que foi quebrada e mesmo assim já marcaram baile. Eles não estão nem aí para a saúde de ninguém, querem o dinheiro”, completou a mãe de MC Magrinho.

Na última semana, o cantor já havia sido detido pela Polícia Militar. O funkeiro foi levado a uma delegacia na zona norte de São Paulo sob suspeita de ter agredido a namorada em um motel. A mulher afirmou que é namorada do artista e que os dois têm um filho juntos. Ela estava com um olho roxo e carregava uma mala e uma sacola. O MC foi encaminhado para a delegacia, mas liberado na sequência. Ele saiu do local com a cabeça baixa e com um capuz que cobria o rosto.

Veja vídeo:

Anúncio