Whindersson lamenta morte do humorista Eraldo Fontiny

O comediante, conhecido pela personagem Lili, sofreu um mal súbito no último sábado (6) aos 41 anos

São Paulo – Whindersson Nunes lamentou a morte do comediante Eraldo Fontiny, de quem era amigo. Ele compartilhou uma foto antiga tirada com o humorista, que sofreu um mal súbito no último sábado (6), e desabafou sobre a perda.

(Foto: Reprodução/Instagram/ whinderssonnunes)

“Hoje meu coração fica triste, perdi um amigo na comédia. Talvez o céu tivesse precisando de mais graça, muitas coisas acontecem sem muita explicação, e esse plano é cheio de mistérios, talvez um dia nós teremos todas as respostas. Mas só se vai quem é esquecido, e, toda vez que a gente disser ‘a minha mãe deixa!’, vamos lembrar de você.

Que você seja bem recebido aí do outro lado, mande lembranças aos meus, caso encontre. Esteja em paz”, escreveu Whindersson em uma publicação no Instagram.Eraldo Fontiny estava com 41 anos e sofreu um mal súbito no último sábado (6). A morte do comediante foi confirmada pela rádio 98 FM, onde ele trabalhava atualmente, como parte do elenco do programa Graffite.

Nascido em Belo Horizonte, o humorista ganhou destaque com a personagem Lili, conhecida pelo bordão “a minha mãe deixa”, em A Praça é Nossa e no Pânico. Além do SBT, Fontiny também teve passagens por Globo e RedeTV.

 

Anúncio