Festival de circo terá fórum virtual com artistas nortistas neste domingo

A programação do domingo (25) contará também com mostra virtual de 13 selecionados, vídeoaula, oficina e talk show

Manaus – Estimulando o debate sobre a realidade artística de profissionais do circo na região norte, o Fórum Virtual “Meu Norte é o Circo”, que faz parte da programação do Festival Lona Aberta, será realizado neste domingo (25), às 16h, no canal da Cacompanhia Artes Cênicas no Youtube (https://bit.ly/3a52dVE ). Além do fórum, o último dia de programação contará também com uma Mostra Virtual, uma vídeoaula sobre maquiagem circense, oficina e talk show.

(Foto: Divulgação)


Em sua primeira edição, o Lona Aberta está acontecendo desde o dia 20 de abril, com cinco noites temáticas, com um grupo convidado de cada eixo. O projeto foi contemplado no edital Prêmio Feliciano Lana, que faz parte das ações emergenciais da Lei nº 14.017/2020, conhecida como Lei Aldir Blanc, operacionalizada no Estado através do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa.

A proposta do Fórum é reunir representantes de estados da região norte para que cada um fale sobre os desafios enfrentados no dia a dia. Para Jean Palladino, organizador do Lona Aberta, o evento virtual é uma oportunidade de aproximar os produtores culturais da área, através de vivências em comum.

“A gente acaba se distanciando pela dificuldade de ir até os outros estados e, nesse sentido, parece que circular pela região norte é muito mais dificultoso do que pelo resto do Brasil. Por isso, a gente resolveu fazer o fórum, que, no formato virtual, acabou nos proporcionando essa possibilidade de conversar com esses grupos e saber o que está acontecendo em alguns estados”, pontua o coordenador geral do projeto.

Segundo Palladino,  o “Meu Norte é o Circo” também é uma forma de mapear outros grupos da região e fortalecer a rede artística.

“A gente teve muita dificuldade na seleção dessas pessoas porque ainda não se conhece muito a realidade dos artistas circenses do Pará, pouquíssimos grupos do Acre e Amapá, por exemplo. Então foi um trabalho de busca e articulação”, afirma o organizador. “A expectativa é que a gente consiga se fortalecer, se unir cada vez mais, criar discussões e reivindicar políticas públicas para o circo no Norte”.

blank

(Foto: Divulgação)


Último dia de programação – Domingo (25) é o último dia do Festival de Circo Lona Aberta, que reúne, além do fórum, oficinas, espetáculos, mostras e vídeoaulas.

A partir das 9h, o público contará com a oficina ‘Lab Bambu – Jogo das formas em cena on-line, com a Cia. Nós No Bambu, de Brasília e, em seguida, “Meu Norte é o Circo”, às 16h.

Às 19h, será a vez da vídeoaula sobre maquiagem circense, inspirada na estética do Cirque du Soleil, com Jonatan Sales.

Na modalidade ‘Mostra Virtual’, às 19h, os 13 artistas selecionados apresentarão seus números circenses no canal do Youtube da Cacompanhia, contendo show de ilusionismo, trio malabarístico e apresentações aéreas. O ‘CaConversas Talk Show’ finaliza a programação, às 22h.

Lona Aberta – Entre os dias 20 a 25 de abril, o Festival de Circo Lona Aberta reúne artistas de diferentes eixos da área do circo, através de uma programação virtual.  O projeto foi idealizado pelo artista Jean Palladino, da Cacompanhia de Artes Cênicas e conta com coordenação pedagógica de Francine Marie, coordenação executiva de Taciano Soares, produção de Ana Oliveira, coordenação técnica de Carol Calderaro e produção executiva de Kelly Vanessa.

A Cacompanhia de Artes Cênicas se dedica à pesquisa e produção de espetáculos de circo-teatro em Manaus. Com 3 anos de atividades, tem cinco espetáculos em repertório, participação em importantes festivais e mostras de teatro e circo no Brasil, como Festival Palco Giratório, em Porto Velho/RO, 3º Festival Nacional de Teatro de Passos, Mostra Sesc Cariri de Culturas e 15º Feverestival.

Anúncio