Festival Mappinguari apresenta artes projetadas em fachadas de Manaus

O festival que vem sendo produzido na cidade desde agosto trará premiações para artistas participantes

Manaus – A capital amazonense se prepara para receber o 1º Mappinguari – Festival Extremo Norte de Video Mapping, um dos eventos mais aguardados do ano no cenário artístico e cultural. O festival promete encantar o público com uma incrível experiência de video mapping e destacar obras de artistas do extremo Norte do País. A programação acontece neste sábado (11) das 19h às 22h, na fachada do Shopping localizado na avenida Camapuã, 2939 – bairro Cidade de Deus, zona norte de Manaus.

(Foto: Divulgação)

O 1º Mappinguari – Festival Extremo Norte de Video Mapping é um verdadeiro mergulho na arte do video mapping, uma técnica que combina projeções audiovisuais em fachadas e estruturas arquitetônicas, transformando espaços urbanos em verdadeiras telas de projeção. Durante o festival, o público terá a oportunidade de contemplar obras que exploram a originalidade, criatividade, inovação, técnica, roteiro, estrutura e coesão volumétrica e arquitetônica com as fachadas selecionadas.

Roberto Fernandes, proponente e produtor executivo do projeto, conta que está imensamente otimista com as ações e resultado gerados a partir do festival. “O 1º Mappinguari – Festival Extremo Norte de Videomapping representa um avanço significativo na fusão de arte e tecnologia na cidade de Manaus. É uma oportunidade de elevar nossa cidade a um novo patamar, promovendo a inovação e inspirando a criatividade. Com a participação da comunidade e dos artistas da região Norte, estamos construindo uma base sólida para o futuro, onde a arte e a tecnologia se entrelaçam em harmonia. Estou orgulhoso de fazer parte deste emocionante capítulo na história Cultural de Manaus”, disse.

O Festival tem como objetivo promover a valorização da cultura regional e local, e neste ano, diversas zonas de Manaus serão contempladas com exibições públicas. Será uma oportunidade única para os moradores de cada zona vivenciarem a arte de maneira acessível e inclusiva, transformando a cidade em uma galeria a céu aberto.

O tema central desta edição é “Amazônia, Educação, Urbanidade, Direito à Cidade”. Os artistas foram desafiados a criar obras que levem em consideração o local de projeção, buscando chamar a atenção para os eixos de arte, cultura e sociedade. Serão selecionados 3 trabalhos finalistas da categoria CURTA e 3 trabalhos finalistas da categoria 1FRAME, que serão projetados, registrados e premiados durante o festival.

Além das projeções, o Festival conta com uma programação diversificada, incluindo, oficinas, exposições e performances artísticas,  com uma oportunidade única para artistas, estudantes, profissionais da área e entusiastas da arte imersiva e do video mapping compartilharem conhecimentos, experiências e vivenciarem uma imersão cultural memorável.

O evento tem como objetivo se destacar no calendário cultural da região, atraindo artistas renomados e públicos de diferentes partes do País. O 1º Mappinguari é uma realização em parceria com a comunidade, instituições culturais e patrocinadores que acreditam no poder da arte como forma de transformação social.

Para mais informações sobre o 1o Mappinguari – Festival Extremo Norte de Video Mapping, acesse o site oficial www.mappinguarifestival.com.

  • Premiação por Categoria CURTA e 1 FRAME
    1o lugar: R$ 250,00
    2o lugar: R$ 150,00
    3o lugar: R$ 100,00

Sobre o 1o Mappinguari – Festival Extremo Norte de Video Mapping:

O 1o Mappinguari – Festival Extremo Norte de Video Mapping é um evento pioneiro em Manaus, no extremo Norte do Brasil, que busca promover a fusão da arte e da tecnologia por meio da técnica do videomapping. Realizado em sua primeira edição em Manaus, capital do Amazonas, o festival tem como objetivo transformar a cidade em uma verdadeira galeria a céu aberto, proporcionando experiências imersivas e impactantes para o público.

O festival nasceu com a proposta de valorizar a cultura local e regional do extremo norte, utilizando a arquitetura urbana, superfícies naturais e objetos como tela para projeções audiovisuais. Em sua primeira edição, o Mappinguari tem se destacado como um evento de vanguarda, atraindo artistas renomados e públicos de diferentes partes do País.

Manaus se torna uma tela em branco para a expressão artística e a conexão humana. A intervenção artística é parte do projeto “De Periferia para Periferia”, proposta visa a conscientização para o uso de máscara e um novo olhar para a educação do Brasil.

Anúncio